Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Anvisa proíbe venda de produto para emagrecer que usou imagem de Ivete Sangalo

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve publicar nesta terça-feira (5) no Diário Oficial a suspensão da propaganda e da venda de DietMax

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve publicar nesta terça-feira (5) no Diário Oficial a suspensão da propaganda e da venda de DietMax no Brasil. Trata-se de um produto para emagrecer vendido pela internet que se autodenomina fitoterápico e promete perda de peso rápida e de forma natural.

Segundo a Anvisa, o produto é ilegal e não possui registro - todo fitoterápico precisa do aval da agência. Ele é vendido no país desde abril e diz que a pessoa pode perder até 11 kg em quatro semanas. Em uma das propagandas divulgadas no Facebook, o DietMax usa imagens da cantora Ivete Sangalo e da atriz Juliana Paes, dizendo que elas perderam 15 kg após usarem o produto.

Ambas negam terem usado o emagrecedor e não autorizaram o uso da imagem. Ivete acionou advogados e postou uma mensagem no Twitter para alertar os fãs. Juliana estuda providências.

Segundo Ricardo Guimarães, representante de vendas no Brasil, o DietMax é composto por psyllium, quitosana, biotina, gelatina e glicerina umectante.

- A quitosana tem a capacidade de eliminar os adipócitos [células de gordura], o psyllium auxilia na moderação do apetite.

Sobre a propaganda no Facebook, ele diz que a empresa tem um programa de afiliados que divulgam o produto conforme as leis, responsabilizando-se por suas páginas.

A endocrinologista Gláucia Carneiro, do ambulatório de obesidade da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), diz que nenhum desses compostos é capaz de atuar no emagrecimento.

- Se existisse algum produto que eliminasse os adipócitos, seria a cura da obesidade no mundo.

Centenas de mulheres compraram o DietMax, segundo depoimentos em blogs. Nem todas estão satisfeitas. No site Reclame Aqui há cerca de 50 reclamações de que o produto não chegou ou foi entregue sem nota fiscal.

Comentários ()

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Valdir Simão diz que é preciso encontrar alternativas para adiar aposentadoria

Troca de luminária teria causado fogo em museu, segundo funcionário

Controlado incêndio no Museu da Língua Portuguesa

Garoto atingido por raio é transferido para hospital de SP em estado grave