notíciasEducação

IFPB: isenção da taxa de inscrição só pode ser pedida até essa sexta-f0


Os candidatos interessados em requerer isenção da taxa de inscrição no processo seletivo dos cursos técnicos do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) só têm até essa sexta-feira, 23 de outubro, para protocolar o pedido. O edital descreve o perfil de quem tem direito à isenção. Entre os critérios, ter cursado escola pública e renda familiar inferior ou igual a R$1395 mensais. No dia 30 de outubro, o IFPB deve divulgar o resultado da solicitação de isenção no site e nos murais dos campi.

Essa sexta-feira, 23 de outubro, também é a última data para os candidatos que pretendem concorrer à vaga na cota destinada a alunos da escola pública. Para o ensino médio integrado ao técnico, há reserva de 50% das vagas para quem cursou todo o ensino fundamental em escola pública.

As inscrições para as 2.505 vagas disponíveis terminam no dia 13 de novembro e são feitas através do site www.ifpb.edu.br/concurso. O Processo Seletivo é destinado para os cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio (quem conclui o 9º ano, antiga 8ª série) e para os cursos Técnicos Subseqüentes (para quem já concluiu o Ensino Médio). Há vagas nas cidades de João Pessoa, Sousa, Cajazeiras, Campina Grande, Cabedelo, Monteiro, Patos, Picuí, Princesa Isabel e Aparecida.

As provas serão realizadas no dia 10 de janeiro, sendo das 8h às 11h para o Curso Técnico Subseqüente e das 8h às 12h para o Curso Técnico Integrado. A taxa de inscrição é de R$ 50 para o Técnico Integrado e R$ 40 para o Subseqüente. As cotas para candidatos com alguma deficiência física são admitidas no ato da inscrição, mediante comprovação nos termos do edital, disponível no link da inscrição. Pela lei, 5% das vagas são reservadas a pessoas portadoras de necessidades especiais.

São 1126 vagas nos cursos integrados ao Ensino Médio e 1379 vagas nos cursos técnicos subseqüentes, totalizando 2505 vagas em 10 cidades. Há cursos de Edificações, Eletrônica, Informática, Mineração, Mecânica, Eletrotécnica, Instrumento Musical, Equipamentos Biomédicos, Eletromecânica, Agropecuária, Meio Ambiente, Pesca, Controle Ambiental, Agroindústria e Petróleo e Gás (pioneiro).

O Processo Seletivo é organizado pela Comissão Permanente de Concursos Públicos (Compec). O edital disponibiliza o conteúdo programático, com bibliografia. A prova dos cursos subseqüentes é de conhecimentos de Língua Portuguesa e Matemática, em nível de Ensino Médio (2º grau). Já para as vagas do Técnico Integrado ao Ensino Médio, as provas são dessas duas matérias junto com História e Geografia, mas em nível de ensino fundamental.

Nos cursos técnicos subseqüentes ou concomitantes, são 240 vagas em Cabedelo, 229 na Capital; 160 em Cajazeiras, 160 em Picuí, 160 em Patos, 160 em Princesa Isabel, 100 em Campina; 80 em Monteiro, 60 em Sousa (30 em São Gonçalo) e 30 em Aparecida.

Nos cursos integrados ao Ensino Médio, são 320 vagas em Campina Grande, 216 vagas na Capital, 150 em Sousa, 120 em Cajazeiras, 80 em Picuí, 80 em Princesa Isabel, 80 em Patos, 40 em Monteiro e 40 em Cabedelo. Nessas últimas cinco cidades, os cursos são oferecidos pela primeira vez.

Até o dia 24 de novembro deve ser divulgada a listagem dos inscritos. O candidato poderá solicitar a correção de dados até às 17h do dia 27 de novembro, através de documento a ser entregue no Protocolo. Os candidatos inscritos no Curso Técnico Subseqüente em Música serão submetidos a três etapas. O local das provas deve ser divulgado até 18 de dezembro

imprimir

Comentário indisponível

Em respeito à Legislação Eleitoral estamos removendo temporariamente o espaço reservado aos comentários dos internautas. Estaremos retomando esta interatividade tão logo cesse o período de vedações previstas em Lei.