notíciasPolítica

Logoff: investigações prosseguem na PF e funcionários da PMJP prestam depoimento

Da redação
Logoff: investigações prosseguem na PF e funcionários da PMJP depõemFoto: Walla Santos

Servidores públicos municipais que mantiveram contato com o programa Jampa Digital continuam sendo ouvidos na superintendência da Polícia Federal na Paraíba, em investigação presidida pelo delegado Felipe Leal.

Na última quinta-feira (07) nossa equipe flagrou o funcionário público, Robson Medeiros, responsável pela parte da rede física da (cabeamento estruturado) da PMJP, lotado no UMTI, que pertence a SEPLAN, minutos antes de prestar seu depoimento.

Além de Robson, fomos informados por fontes da própria prefeitura que pelo menos mais seis funcionários foram ouvidos no mesmo dia.

Vale lembrar que não existe qualquer acusação formal da Polícia contra qualquer funcionário público do município de João Pessoa, inclusive o exibido nesta imagem, que foi convocado para colaborar com asinvestigações.

O programa Jampa Digital foi lançado na gestão do hoje governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), e acabou virando um "escândalo nacional" após matéria do programa Fantástico, já na gestão do prefeito Luciano Agra, onde suspeitas de superfaturamento e pagamento de propina surgiram depois das imagens divulgadas pela Rede Globo.  

imprimir

comentários