notíciasSaúde

Hanseníase tem cura, mas precisa de diagnóstico precoce, explica secre0

None

Durante o lançamento do Plano Nacional de Eliminação da Hanseníase, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, fez um alerta para a população sobre os sintomas da doença. No ano passado, o sistema de sáude identificou 38.410 mil casos.

"É importante que qualquer mancha, principalmente se for uma mancha esbranquiçada que posam ter bordas avermelhadas e que tenha uma característica de insensibilidade ao calor, pode ser hanseníase. As pessoas têm que procurar imediatamente o serviço de saúde sem ter medo ou preconceito", alertou.

Jarbas Barbosa ressaltou também a importância da detecção da doença ainda na fase inicial. "Hanseníase tem cura e se detectada precocemente ela cura sem deixar nenhuma seqüela e melhor, quando começa o tratamento, ela pára quase de imediato a transmitir. Não transmite mais para o ser grupo familiar nem ao seu grupo de convivência comunitária".

A doença é infecciosa e contagiosa, causada por bacilos. Não é hereditária e a evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa infectada. Os principas sintomas são: dormência nas extremidades das mãos e pés, manchas brancas e avermelhadas em qualquer parte do corpo, geralmente com perda de sensibilidade ao calor, frio, dor e tato, e diminuição da força muscular.

Fonte: Agência Brasil

imprimir

Comentário indisponível

Em respeito à Legislação Eleitoral estamos removendo temporariamente o espaço reservado aos comentários dos internautas. Estaremos retomando esta interatividade tão logo cesse o período de vedações previstas em Lei.