notíciasSaúde

Novas vacinas poderiam prevenir um em cada dez casos de câncer0

None

Pesquisadores do Cancer Research da Grã-Bretanha afirmaram em artigo divulgado nesta segunda-feira que, em breve, "um em cada dez casos de câncer poderá ser prevenido através de vacina". Eles estimam que um quarto dos casos da doença é desencadeado por infecções. Segundo os pesquisadores, milhares de cânceres poderão ser prevenidos anualmente com vacinas específicas que estão sendo desenvolvidas.

Para o professor John Toy, diretor médico da instituição, se "hoje vacinamos com sucesso contra várias doenças infecciosas, então logo seremos capazes de vacinar contra certos tipos de câncer também".

Os autores do estudo explicam que as pessoas não podem "pegar" câncer como se pega uma gripe. Mas alguns vírus podem desencadear a doença em quem é mais suscetível. Embora apenas uma pequena parcela das pessoas infectadas pelos vírus acabe desenvolvendo algum câncer, o número global de casos da doença associado a vírus soma anualmente mais de 1,8 milhões - algo em torno de 18% de todos os novos casos de câncer no mundo.

Professor do Instituto do Cancer Research na Universidade de Birmingham e autor do estudo, Alan Rickinson afirmou que "estudar a associação entre agentes infecciosos e câncer em humanos é extremamente importante porque, em alguns casos, a infecção representa um elo definido na corrente de acontecimentos que leva ao desenvolvimento da doença".

- Entender este processo nos ajuda a traçar outros elos e a descobrir como a corrente inteira funciona, mantendo todos os elos juntos. O mais importante é conseguirmos quebrar a corrente prevenindo as infecções através de vacinação. Assim nós poderemos prevenir o desenvolvimento do câncer - afirmou o pesquisador.

O pesquisador explicou que grande parte dos tipos de câncer se desenvolve por uma série de acidentes genéticos. Com o acúmulo desses acidentes, uma célula pode se tornar cancerosa. Em alguns tipos de câncer, como o de colo do útero, um destes acidentes genéticos é ligado à infecção pelo papiloma vírus humano (HPV) - o HPV está presente na maioria dos casos da doença e a primeira vacina contra este vírus está prevista para entrar no mercado ainda no fim deste ano, o que vai ajudar a prevenir pelo menos 70% dos casos deste câncer.

Outros tipos de câncer relacionados a vírus que estão sendo pesquisados são os de fígado, de estômago e de passagens nasais, além de alguns linfomas e de formas raras de leucemia.

Uma das vacinas em desenvolvimento é contra o vírus causador da hepatite B, relacionado ao câncer de fígado. Segundo os pesquisadores, existem 340 mil casos de câncer de fígado no mundo, e metade tem ligação com o vírus da hepatite B.


Fonte: Globo Online

imprimir

comentários