Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Em nota

Alvos de operação, André Amaral e pai afirmam que delatores querem se beneficiar e negam apreensão de dinheiro

A operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão na casa de investigados e nas empresas contratadas pela Prefeitura de Cabedelo, para fornecimento dos medicamentos.​

O ex-deputado federal André Amaral e seu pai divulgaram uma nota, na manhã desta ​terça-feira (Foto: Reprodução)

Por

O ex-deputado federal André Amaral e seu pai divulgaram uma nota, na manhã desta terça-feira (08), mencionando a quinta fase da Operação Xeque-Mate deflagrada nesta manhã em João Pessoa e Cabedelo. A operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão na casa de investigados e nas empresas contratadas pela Prefeitura de Cabedelo, para fornecimento dos medicamentos.

Um dos locais dos mandados foi a residência do ex-deputado federal André Amaral, no Condomínio Mozart, no bairro do Miramar.  Na nota, André e seu pai afirmam que os delatores da operação querem garantir benefícios penais em troca de atacar e caluniar ele e sua família. 

Eles se colocaram a disposição da Justiça para esclarecer as denúncias sem provas e negaram que o dinheiro encontrado teria sido na residência deles.

Confira a nota

ANDRÉ AMARAL PAI E FILHO - NOTA À IMPRENSA

Fruto da mente maldosa de um criminoso confesso que, através de calúnias, quer se beneficiar do instituto da delação premiada atacando a honra alheia em busca de benefícios penais, tenho a informar aos paraibanos que não devo e não temo essa ou qualquer outra investigação, pois temos a consciência de que andamos rigorosamente na linha. A disposição da justiça estamos para esclarecer denúncias sem provas e lamentamos que a palavra de um criminoso confesso sirva para destruir reputações através do espancamento público, onde nesta busca e apreensão de agora de manhã não encontraram nada em nossas residências, muito menos bolsas com dinheiro, como divulgado na mídia, a não ser o susto de minha filha grávida de sete meses e, que pelo pavor, precisará de cuidados médicos

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Suspeito de quebrar uma garrafa na cabeça da esposa é preso em Patos

Dupla que fez família refém almoçou na residência das vítimas no bairro do Bessa

Bandidos invadem residência e fazem família de refém no Bessa

Polícia Civil apreende adolescente com moto roubada na zona sul de João Pessoa