Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Violência

Homem é preso após torturar e ameaçar mulher com motoserra

Delegada afirmou que agressões duraram horas. Companheiro teria obrigado a namorada a chamar um suposto amante, que também seria morto.

Vítima contou que foi ameaçada com motoserra, machado e alicate (Foto: Reprodução)

Por

Um homem foi preso em flagrante nessa segunda-feira (3) suspeito de agredir a sua companheira em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, durante a madrugada.

A Polícia Civil afirma que a mulher, de 28 anos, chegou a ser ameaçada de morte com uma motosserra e um machado e foi torturada por horas.

A delegada responsável pelas investigações, Fernanda Fernandes, informou ao G1 que a vítima pediu socorro à Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) em Caxias nesta segunda-feira (3) após conseguir fugir. O companheiro foi preso horas depois ao ser encontrado dormindo em casa.

''O namorado acreditava ter sido traído por ela. Por esse motivo, ele começou a agredir a vítima, ameaçá-la de morte com um machado, alicate e motosserra", afirmou a delegada.

"Ele pedia que a vítima concordasse em matar essa pessoa, com a qual ele acreditava que ela estava se envolvendo. Ela teria que matar, picá-lo e 'jogar na vala'. Enquanto a vítima não concordou, o autor ficou torturando ela a madrugada toda”, emendou Fernanda Fernandes.

A vítima foi levada para fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal e recebeu auxílio psicológico. Junto com o suspeito, foram encontradas pelos policiais duas motosserras e um machado.

Durante a sessão de tortura, segundo a polícia, o suspeito ameaçou a vítima com um alicate em punho “para arrancar os seios, a língua e o clitóris” de sua companheira. As ameaças eram feitas “caso ela não concordasse em atrair o amigo para a morte, inclusive como prova de amor”.

'Não tinha o que fazer', diz vítima

O G1 conversou com a vítima. Ela disse que está com escoriações e hematomas pelo corpo inteiro.

Segundo ela, as ameaças eram feitas com as ferramentas que o ex-companheiro comprou para fazer trabalhos informais, como poda de árvore e limpeza de terrenos, já que estava desempregado.

“Eu tenho 1,56 m, e ele tem 1,90 m. Ele me arrastou, me bateu, me ameaçou. Não tinha o que eu fazer. Me ameaçou com alicate, machado, motosserra, tudo”, disse a vítima.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma em Campina Grande

Polícia Militar apreende sete armas de fogo em menos de 24h na Grande João Pessoa durante operação

Polícia Civil prende homem que ameaçou ex-mulher com explosivos

Polícia Militar presta esclarecimentos após acidente envolvendo viatura do Ceatur e idoso em carroça na BR-230, em João Pessoa