Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Polícia Civil

Operação prende dois suspeitos de ameaçar de morte juízes, promotores e procuradores

Os mandados foram cumpridos no residencial Lake Side, condomínio às margens do Lago Paranoá – área nobre de Brasília.

Pen drive encontrado com suspeitos de ameaçar juízes (Foto: Reprodução)

Por

Uma operação da Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), dois homens suspeitos de ameaçar de morte juízes, promotores e procuradores do Distrito Federal. Os mandados foram cumpridos no residencial Lake Side, condomínio às margens do Lago Paranoá – área nobre de Brasília.

Segundo a investigação, os detidos são Célio Evangelista Ferreira do Nascimento, de 79 anos, e Rodrigo Ferreira, de 40 anos. O G1 tenta contato com a defesa dos investigados.

A força-tarefa é a pedido do Ministério Público do DF, que solicitou a instauração de inquérito de apuração do crime. Segundo o Tribunal de Justiça, o e-mail foi recebido por "alguns servidores e magistrados" às 13h18 desta quarta (20).

A Corte afirma que "diante do teor da mensagem, de imediato, o Tribunal requisitou providências da Comissão de Segurança Permanente do TJDFT que acionou a Polícia Civil para apurar o ocorrido".

O texto (veja imagem abaixo), intitulado "Sentença de morte aos traidores da pátria", foi endereçado às autoridades e, segundo os promotores, "incita a prática de crimes contra agentes públicos".

Apreensões

No apartamento dos suspeitos, os agentes encontraram materiais relacionados às ameaças e cartazes com os dizeres "Comando da Intervenção".

Entre as apreensões, havia também um pendrive com a etiqueta "matar juízes. Matar todos". Os pertences foram apreendidos e servirão como prova durante a investigação.

E-mail com ameças

O Ministério Público disse que "tomou conhecimento de que membros do Poder Judiciário e do MPDFT receberam correspondências eletrônicas em que o remetente profere ameaças e incita a prática de crimes contra agentes públicos. A mensagem também cita autoridades federais, juízes de Direito, desembargadores e ministros dos Tribunais Superiores".

O texto também cita o ministro-chefe da Casa Civil do governo federal, o general Walter Braga Netto. Em nota, o ministro disse que "repudia o conteúdo dos e-mails citados e o uso indevido de seu nome. Por fim, externa que solicitará a rigorosa apuração da autoria e a responsabilização dos envolvidos".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Polícia desarticula ponto de tráfico e apreende 26 quilos de drogas em Campina Grande

Mulher pula de carro em movimento para fugir de tentativa de assalto na Grande João Pessoa

Operação cumpre mandados e prende dois suspeitos de envolvimento em esquema de roubo e tráfico de drogas em Bayeux

Criança é esfaqueada pelo irmão de nove anos após briga por celular no Sertão da Paraíba