Bastidores

Eleição para vereador terá nota de corte; cálculo mudou

Isso está fazendo com que, na campanha deste ano, partidos peçam aos seus eleitores para que abandonem a prática do voto de legenda.

Uma nova regra passa a valer a partir deste ano para os candidatos a vereador, que terão uma espécie de nota de corte para conseguir uma cadeira na câmara. O cálculo é o seguinte: Divide-se o número de votos válidos pelo número de cadeiras na câmara, onde será obtido o consciente eleitoral, deste consciente o candidato tem que obter necessariamente pelo menos 10% para ser eleito. Caso contrário a vaga fica para outro partido.

Considerando que nas últimas eleições os votos válidos em João Pessoa somaram aproximadamente 370 mil, podemos considerar que em uma expectativa bem positiva teremos cerca de 380 mil votos este ano. Dividindo este número de votos por 27 (cadeiras da câmara), teremos 14.074. Já os 10% disto, que seria nossa nota de corte é de 1.407 votos. Resumindo, cada vereador tem que ter pelo menos 1.400 votos para pensar em ser eleito.

Isso está fazendo com que, na campanha deste ano, partidos peçam aos seus eleitores para que abandonem a prática do voto de legenda.

O voto de legenda se soma aos votos que os candidatos obtêm individualmente para fins de se calcular o quociente partidário, que determina o número de vagas na Câmara Municipal ao qual o partido (ou coligação) terá direito – para isso, divide-se o número de votos válidos que o partido ou coligação obteve pelo quociente eleitoral.

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaques

ver blog →

Quando a esquerda deixou de ser povo?

Senadores temem que prisões dentro da Casa se tornem hábito

Marcos Vinícius já é favorito na disputa pela presidência da CMJP

Uber: só no fim do mundo alguém poderia contestar