Vídeos

Entrevista exclusiva: líder do PSDB avisa se Dilma provocar haverá reação

Vai ferver...

O líder do PSDB no senado, Cássio Cunha Lima (PB), em entrevista exclusiva ao jornalista, Janildo Silva, revelou que o clima da sessão desta segunda-feira (29) vai depender da presidente afastada, Dilma Rousseff, "se houver provocação...," "vai ter reação".
Dilma terá 30 minutos para fazer um pronunciamento em defesa própria, tempo que poderá ser estendido a critério do presidente da sessão, o ministro Ricardo Lewandowki, do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois do discurso, a presidente afastada receberá perguntas do senadores, às quais poderá responder ou não.


Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Quando a esquerda deixou de ser povo?

Senadores temem que prisões dentro da Casa se tornem hábito

Marcos Vinícius já é favorito na disputa pela presidência da CMJP

Uber: só no fim do mundo alguém poderia contestar