UFC

Abalado com derrota para sueco, Jacaré afirma: ‘Não tenho planos no momento’

Bem abalado após o revés por decisão unânime para o sueco, Jacaré não escondeu sua frustração com a nova oportunidade desperdiçada de chegar ao title shot nos médios.

Por

A derrota de Ronaldo Jacaré para Jack Hermansson, no último sábado (27), pelo UFC Flórida, custou caro ao brasileiro, que acabou perdendo mais uma oportunidade de, possivelmente, disputar o cinturão da categoria peso-médio da organização. Aos 39 anos, o brasileiro certamente terá que “descer” alguns degraus dentro da divisão, o que coloca em xeque seus próximos passos na franquia.

Bem abalado após o revés por decisão unânime para o sueco, Jacaré não escondeu sua frustração com a nova oportunidade desperdiçada de chegar ao title shot nos médios. Em entrevista coletiva após o evento, o faixa-preta confessou que ficou surpreso com o desempenho do seu oponente, que inclusive chegou a tentar finalizá-lo em um momento da luta.

“Vim com uma boa estratégia de luta e ele me surpreendeu. No primeiro round, ele me acertou com golpes duros, me estrangulou, o estrangulamento estava justo, eu dormi um pouco… Muita gente apertou o meu pescoço antes, isso é normal para mim, mas eu estou triste, porque fiz uma ótima preparação para essa luta. Não me sinto cansado, mas eu não pude botar o meu jogo em prática no octógono. Eu estou mal agora”, disse Ronaldo Jacaré, que reconheceu não ter planos no momento e afirmou que pretende ter um período de descanso.

“Não tenho planos no momento, quero voltar para casa, tirar férias com a minha família, vou sair com meus filhos. Eu não sei. Eu apenas preciso voltar para a minha família”, encerrou.


Fonte: Tatame.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Miocic nocauteia Cormier e recupera título peso-pesado no UFC 241

Dana White não descarta luta entre José Aldo e Cejudo: "Gosto de Aldo em qualquer categoria"

José Aldo mira peso-galo e quer disputa de título contra Cejudo: "Estilo de luta que me agrada"

Cormier faz previsão se vencer Miocic: "Terão que dizer que sou o maior peso-pesado da história"