UFC

Alex Cowboy é ferido por estilhaços de granada após confusão no Natal

A última aparição de Alex no UFC foi no começo do mês. Ele enfrentou o islandês Gunnar Nelson no UFC 231, realizado no dia 8, e foi finalizado no segundo round.

Por

Lutador da categoria peso-meio-médio do UFC, Alex Cowboy sofreu um incidente na noite de Natal, na última segunda-feira (24), em Três Rios (RJ). Após um desentendimento em um posto de gasolina, o atleta foi ferido na perna com estilhaços de granada.

Segundo relato do próprio Cowboy, a briga aconteceu quando ele parou o carro de sua mãe para abastecer. O lutador avistou uma tia em discussão contra um grupo, e ao tentar separar, viu que os membros do grupo estavam armados e atiraram uma granada em sua direção.

“A noite foi boa pra caramba, tá ligado? Mas tem muita gente da nossa família que não gosta de curtir o Natal. Saí pra abastecer o carro da minha mãe, e no caminho vi minha tia envolvida numa confusão. Falei pra minha tia não se meter, só parei pra tentar amenizar a parada. Porque quando tem lutador envolvido em confusão, já sabe, né? Um cara já chegou metendo uma arma na cara do meu sobrinho. Aí começou um empurra-empurra. Os caras estavam com facão, com faca, com granada. E jogaram a granada na minha direção. Voou fragmentos na minha perna, no meu pé”, detalhou Alex, em entrevista à TV Rio Sul, afilhada da Rede Globo no Rio de Janeiro.

Cowboy foi até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e passou por uma pequena cirurgia para retirada de estilhaços da granada na perna e no pé. Ele prestou depoimento em uma delegacia local horas depois, ajudando na investigação do caso.

A última aparição de Alex no UFC foi no começo do mês. Ele enfrentou o islandês Gunnar Nelson no UFC 231, realizado no dia 8, e foi finalizado no segundo round.


Fonte: Tatame.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

TJ Dillashaw quebra o silêncio sobre doping, revela motivo e diz: ‘Eu trapaceei e fui pego’

Lyoto encaixa duas joelhadas voadoras e abre caminho para nocaute sobre Chael Sonnen

Com cinturão em jogo, Neiman luta para fazer história no Bellator

Bate-Estaca defenderá título do UFC pela primeira vez com Weili Zhang