UFC

Borrachinha cita lesões em ‘camp selvagem’ para vencer Romero e crava: ‘Sou o próximo desafiante’

Em entrevista, Borrachinha narrou a “tática de guerra” feita em seu camp para o combate diante de Romero.

Por

Uma verdadeira guerra. Assim Paulo Borrachinha define seu período de preparação e o duelo contra Yoel Romero, onde saiu vencedor por decisão unânime no UFC 241, realizado no último sábado (16). Ao derrotar o segundo colocado no ranking peso-médio, o brasileiro deu um grande salto na divisão, “roubou” o lugar do cubano na lista e se tornou o principal postulante para disputar o título da categoria, que tem Robert Whittaker como atual campeão linear e Israel Adesanya como campeão interino.
Em entrevista, Borrachinha narrou a “tática de guerra” feita em seu camp para o combate diante de Romero. Em três meses de preparação específica, o mineiro, que manteve sua invencibilidade no MMA, agora com 13 vitórias, sofreu sérias lesões durante as sessões de sparring, o que não impediu o lutador de ter um desempenho satisfatório no embate com o cubano, que foi considerado a “Luta da Noite” pela organização.
“Eu tive três lesões durante o camp, três lesões sérias, pois ao todo foram cinco lesões. Foi um camp muito intenso, animal, selvagem, que machucou não só a mim, mas machucou também todos os nove sparrings que a gente trouxe para me ajudar. Foi uma guerra a nossa preparação. Eu dou graças a Deus por ter conseguido sobreviver ao camp”, detalhou o brasileiro, que emplacou sua quinta vitória seguida no UFC.
Na entrevista, o atleta de 28 anos ainda contou detalhes de sua visão sobre o combate contra Romero, falou sobre o estilo provocador e “trapaceiro” do adversário e a conversa com Dana White, presidente do Ultimate, que o fez ter certeza de que será o próximo desafiante ao título no peso médio da organização.


Fonte: Tatame.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Stephen Thompson prega respeito ao brasileiro Vicente Luque: "Não se pode subestimá-lo"

Escalado para lutar em Wembley, Luis Henrique KLB garante: "Vou finalizar no segundo round"

Colby Covington reclama de "bolsa de desafiante" oferecida pelo UFC: "Sou o campeão, não perdi"

Khabib Nurmagomedov finaliza Poirier e unifica títulos dos leves no UFC 242