UFC

Dana aponta luta entre Justin Gaethje e Do Bronx, e brasileiro é evasivo: "Vamos ver no que dá"

Presidente do UFC revela que trabalha num duelo entre o primeiro e o terceiro colocados no ranking dos leves, mas Charles do Bronx diz não ter recebido nenhuma proposta ainda.

Por

Uma declaração de Dana White nessa última terça-feira à "ESPN americana" ganhou grande repercussão. Segundo o presidente do UFC, numa série de “perguntas e respostas” realizada com fãs virtualmente, quando indagado sobre o próximo adversário de Justin Gaethje, citou o brasileiro Charles do Bronx. O Combate entrou em contato com o lutador, que garantiu não ter recebido nenhuma proposta sobre essa luta, mas prometeu analisar.

- Não chegou nada para mim até agora, não sei de nada sobre isso. O povo fala demais. Vamos ver no que dá, todo mundo está mandando isso (as notícias com a declaração do Dana) para mim, já vi várias vezes. Até o momento não tem nada, falei com meu empresário logo cedo hoje e nada - afirmou, em conversa pelo telefone.

Logo depois de vencer Tony Ferguson no UFC 256, no mês passado, Charles do Bronx disse ainda na coletiva que iria esperar pelo vencedor de Conor McGregor x Dustin Poirier, que se enfrentam no próximo dia 23: "A gente vai esperar McGregor ou Poirier, não tem outro caminho a ser tomado".

Na mesma entrevista à ESPN, Dana White voltou a falar que a expectativa era que Charles do Bronx fosse o adversário de Michael Chandler na estreia do americano no UFC. Porém, como o brasileiro número 3 do ranking peso-leve (até 70kg) havia lutado em 12 de dezembro, Dana não conseguiu casar o duelo para o UFC 257, em 23 de janeiro, onde Chandler vai encarar agora Dan Hooker (#6). No mesmo card, Conor McGregor (#4) enfrenta Dustin Poirier (#2).

Aos 31 anos, Charles do Bronx vem numa sequência de oito vitórias seguidas. Em 2020, o brasileiro, recordista de finalizações no UFC (14), bateu Kevin Lee e Tony Ferguson, e se colocou na briga pelo cinturão. Justin Gaethje (#1), um ano mais velho que Do Bronx, foi campeão interino dos leves no ano passado, mas na última luta, ao tentar unificar o cinturão, foi finalizado por Khabib Nurmagomedov já no segundo round.


Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Treinador de Aspen Ladd se desculpa por postura com a atleta na luta com Norma Dumont

Maryia Agapova explica desafio a Maryna Moroz: "Ela tentou destruir a minha carreira"

Após morte de ex-lutador órgão regulatório diz que eventos de boxe sem luvas não seguem o mínimo de regras médicas

McGregor revela que UFC 257 vendeu mais de 1,5 mi em pay per view