UFC

Dana deixa futuro de José Aldo em aberto: "Não tem nada a provar, é uma lenda"

O presidente do Ultimate, Dana White, não quis opinar sobre quais devem ser os próximos passos de Aldo, 31, no MMA

Por

Uma segunda derrota consecutiva para o atual campeão dos pesos-penas deixou José Aldo com futuro nebuloso no UFC. Ele está praticamente descartado como possível desafiante na categoria no futuro próximo a não ser que Max Holloway perca o cinturão, mas ainda tem três lutas em seu contrato com a organização. 

O presidente do Ultimate, Dana White, não quis opinar sobre quais devem ser os próximos passos de Aldo, 31, no MMA.

- José Aldo é um dos campeões mundiais que reinaram por muito tempo neste esporte. Ele é uma lenda absoluta, o cara não tem nada a provar mais. Acho que ele precisa se sentar com sua família e decidir o que ele quer fazer em seguida. Ele tem muito dinheiro. Não sei - disse o mandatário em entrevista coletiva após o UFC 218, na madrugada deste domingo, em Detroit.

Dana White também informou que José Aldo foi levado ao hospital após ser nocauteado no terceiro round por Max Holloway, a quem o dirigente teceu muitos elogios.

- Incrível. A forma como ele lutou hoje, andou para cima dele, tentou quebrá-lo fisicamente e mentalmente, foi incrível. Ele pareceu um monstro hoje. Ele se colocou em perigo, levou alguns golpes duros apenas para provar que podia aguentar. Foi sinistro - declarou.

Quem também foi coberto de elogios e hipérboles foi o camaronês Francis Ngannou, que demoliu Alistair Overeem em menos de dois minutos na co-luta principal da noite. White confirmou que Ngannou vai ser o próximo desafiante ao cinturão dos pesos-pesados, e afirmou que quer que a luta contra Stipe Miocic aconteça o quanto antes. Ele admitiu inclusive a possibilidade de realizá-la já em janeiro, em Boston.

- Sim, ele pareceu incrível hoje. Uau. É um dos nocautes mais impressionantes no peso-pesado que você vai ver. Quando você olha pra ele, ele parece o campeão peso-pesado do mundo, parece o campeão peso-pesado de algo. O cara é um monstro, não para de melhorar. Ele é meu "colega de quarto" agora no Instituto de Performance, vive no nosso escritório. 

O Instituto de Performance tem sido ótimo pra ele. Uau, eu sempre acreditei nesse cara desde que o conheci, sempre achei que ele seria "o cara", mas ele pareceu mesmo "o cara" hoje. Ele esteve afastado por um tempo, sem culpa dele - tivemos alguns problemas para marcar lutas pra ele - mas uma vez que mantivermos esse cara ativo e virem ele fazendo isso com todos os caras conhecidos, ele vai ser uma estrela global - afirmou White.

O presidente do UFC ainda garantiu que a luta entre Demetrious Johnson, campeão peso-mosca, e TJ Dillashaw, campeão peso-galo, vai acontecer, e também que a luta entre Abdul Razak Alhassan e Sabah Homasi, que terminou num polêmico nocaute no card preliminar do UFC 218, foi remarcada para o UFC 219, dia 30 de dezembro em Las Vegas.

Fonte: Portal Combate

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Poirier ignora revanches com McGregor e Alvarez: "Quero lutar pelo ouro"

Cara de Sapato analisa Tim Boetsch: "Ele mostra fraqueza onde é o meu forte"

Fã de Condit, Cowboy promete nocautear: "Não aceito duas derrotas seguidas"

Em novo livro, Paige VanZant revela ter sido vítima de estupro na adolescência