UFC

Dana se rende a Charles do Bronx: "É um dos melhores do mundo na divisão mais selvagem do MMA"

Presidente do UFC elogia atuação do brasileiro na vitória sobre Tony Ferguson no UFC 256, mas se esquiva de pedido por disputa de cinturão: "O ranking será atualizado na terça-feira".

Por

A atuação dominante de Charles do Bronx contra Tony Ferguson no UFC 256 não passou despercebida por Dana White. O presidente do UFC elogiou o brasileiro na coletiva de imprensa após o evento, mas se esquivou de garantir a ele uma disputa de cinturão no peso-leve. Segundo deixou a entender, a atualização do ranking na próxima terça-feira pode mostrar com mais clareza a situação do brasileiro na luta por uma chance de ser campeão da categoria.

- Charles foi incrível esta noite. O ranking vai ser atualizado na terça-feira, e vamos ver aonde ele aparece. Mas esse cara é um dos melhores do mundo na divisão mais selvagem do MMA. Ele está no jogo. Houve alguns debates sobre essa luta, se iríamos ver o Tony Ferguson de antigamente ou não. Ele foi muito afetado pelo corte de peso na sua última luta. Mas dez entre dez pessoas bateriam naquela chave de braço. Ele ter resistido e continuado a lutar foi inacreditável. É mais uma prova de quanto esse cara é duro, resistente e louco. Agora ele tem que ir para casa, passar as festas de fim de ano com a sua família e pensar no que pretende para 2021.

Dana White também falou sobre a decisão do árbitro Jason Herzog em tira um ponto de Deiveson Figueiredo na luta contra Brandon Moreno, que terminou empatada e manteve o cinturão peso-mosca com o brasileiro, atual campeão da categoria.

- Eu estava nos bastidores no fim da luta, e dissemos lá que poderia ser empate quando o árbitro tirou um ponto de Deiveson. Mas nós nunca sabemos o que os juízes vão fazer. Não sabia que um deles havia dado a vitória no quinto round para Moreno. O árbitro disse que aquela tinha sido a terceira falta de Figueiredo. Normalmente ele teria que ser advertido na primeira, mas como foi a terceira, acho que o árbitro sentiu que teria que tomar o controle da luta e fazer Figueiredo parar de acertar o dedo no olho do adversário ou de chutar as suas bolas. E funcionou.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Shevchenko diz que sabe tudo sobre Jéssica Bate-Estaca e promete levar o caos ao octógono

Jéssica Bate-Estaca aposta no chão para bater Valentina: "É o ponto fraco dela"

McGregor ameaça cancelar trilogia com Poirier após bate-boca com americano

Holly Holm espera revanche com Miesha Tate no UFC: "Sempre gosto de vingar as derrotas"