UFC

Dana White diz que Jon Jones pediu "quantia absurda de dinheiro" para enfrentar Ngannou

Dirigente disse que bolsa alta que Jon Jones pediu inviabilizou o duelo e quer vê-lo contra Dominick Reyes ou Jan Blachowicz. Lutador nega que tenha feito pedido de aumento.

Por

A troca de farpas entre Jon Jones e Francis Ngannou através das redes sociais fez com que os fãs imaginassem que este duelo iria logo acontecer, mas o próprio campeão dos meio-pesados lamentou a recusa do UFC em promover este duelo alguns dias depois.

Em entrevista à “ESPN” americana, Dana White explicou o motivo pelo qual negou a realização deste confronto.

- Olha, uma coisa é você chegar e dizer que quer um pouco mais de dinheiro. A quantidade de dinheiro que o Jon Jones queria (era demais). Pra começar, na divisão dos meio-pesados, a luta com o Dominick Reyes é a luta que faz sentido. Então, Jon Jones vai lutar com Francis Ngannou e então tentar uma chance pelo cinturão dos pesados? Não acredito nisso. Ele nunca quis se mudar para os pesos-pesados antes. Pela quantidade de dinheiro que ele está pedindo, isso não vai acontecer. Você não poderia pedir uma quantia tão absurda de dinheiro em um momento pior.

Com a luta entre Jones e Ngannou descartada, Dana White contou qual deve ser o próximo desafio do campeão até 93kg do UFC.

- Ele tem uns caras na fila dos meio-pesados, seja o Jan Blachowicz ou Dominick Reyes.

Algumas horas após a entrevista de White ir ao ar, Jon Jones foi às redes sociais responder à declaração do dirigente. Segundo o campeão peso-meio-pesado, o que o presidente disse foi "mentira absoluta".

"É interessante sentar aqui e ver seu chefe mentir para a câmera assim. Nós nunca discutimos nenhum aumento no pagamento. Imediatamente a conversa foi que eu já ganhava o bastante. Eu nunca fiz uma oferta de valor", escreveu Jones. Ele acrescentou: "Se você não vai mudar meu contrato para eu subir ao peso-pesado, pelo menos tenha a decência de ser sincero com os fãs."

Fonte: combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

UFC marca duelo brasileiro entre Thiago Marreta e Glover Teixeira para 12 de setembro

Gilbert Durinho revela bastidores de teste positivo e volta para casa no "Coronamóvel"

Pedro Munhoz testa positivo para Covid-19 e está fora de luta contra Frankie Edgar pelo UFC

Jorge Masvidal substitui Durinho e vai enfrentar o campeão Kamaru Usman no UFC 251 na Ilha da Luta