UFC

Glorinha de Paula aponta suas armas para estreia no UFC: "Meu jogo é mais completo"

Representante da Chute Boxe, brasileira chega ao UFC após passagem vitoriosa pelo Contender Series e garante ser mais versátil que sua adversária deste sábado.

Por

Após uma passagem vitoriosa pelo Contender Series, em novembro, Glorinha de Paula assinou contrato com o UFC e fará sua estreia neste sábado contra Jinh Yu Frey, em Las Vegas.

Com apenas sete lutas na carreira, a brasileira contou como se sente poucos dias antes de estrear no maior evento de MMA do mundo.

- Estou feliz demais, mas o sentimento que mais tenho nesse momento é gratidão, por todas aquelas pessoas que me ajudaram em cada passo que dei para chegar até aqui. Quando eu comecei nesse esporte, nunca imaginei que chegaria até aqui.

Representante da Chute Boxe, Glorinha estreou no MMA em 2017, dois anos após assistir a luta entre Ronda Rousey e Bethe Correia, no Rio de Janeiro. Ela conta que a atmosfera daquela noite foi a motivação que precisava para praticar o esporte.

- Depois que eu assisti a luta delas, aquele momento foi uma sensação tão legal, foi tão louco, que eu queria fazer isso. A energia do público na entrada da Ronda me deixou chocada. A Ronda é uma inspiração para todas as mulheres da luta, ela abriu as portas para muita gente.

Adversária deste sábado da brasileira, Jinh Yu Frey é mais experiente, pois já fez 15 lutas de MMA na carreira, apesar de não ter vencido no UFC em suas duas aparições no octógono. Glorinha aposta que sua versatilidade fará diferença no duelo contra a americana.

- Ela é mais experiente, é uma ex-campeã do Invicta. Como ela é do peso-átomo (categoria até 48kg, que não existe no UFC), vejo que tenho uma vantagem em relação a ela na questão da força. Eu sei que ela é bem rápida, mas acredito que meu jogo é mais completo que o dela. Ela nunca enfrentou alguém tão agressiva e com vontade de dar show como eu.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

McGregor ameaça cancelar trilogia com Poirier após bate-boca com americano

Holly Holm espera revanche com Miesha Tate no UFC: "Sempre gosto de vingar as derrotas"

Ultimate encaminha luta entre Amanda Ribas e Angela Hill para o mês de maio

Francis Ngannou, Adesanya e Kamaru Usman levam África ao topo do UFC