UFC

Holly Holm diz que concederia revanche para Cyborg: "É competitiva"

Americana não acredita que a atual campeã do peso-pena ficaria inativa do MMA por muito tempo em caso de derrota, como fez Ronda Rousey, que fugiu dos holofotes ao ser destronada, em 2015

Por

Desafiante ao cinturão peso-pena do Ultimate, Holly Holm enfrenta a campeã Cris Cyborg, no próximo sábado, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 219. E a americana garante que, caso "quebre a banca" e vença a brasileira - cuja última derrota se deu em 2005 - seria capaz de conceder o direito de revanche à rival.

- Eu estava aberta a uma revanche com a Ronda também. Ninguém sabia por quanto tempo ou quando ela voltaria a lutar. Eu disse: "Bom, não quero apenas esperar. Eu espero se você me disser como será daqui a seis meses ou algo assim". Eu não queria somente aguardar por essa luta. Queria estar apta a lutar e treinar, viver minha paixão. Não queria me basear em apenas uma pessoa. É uma situação diferente agora. Se isso acontecesse nessa luta, eu diria sim, porque todo mundo merece uma revanche. Esse é o espírito de luta, e eu definitivamente estaria aberta à revanche. Cris é competitiva, treina duro, a situação após a luta seria um pouco diferente. Não acho que a Cris iria querer esperar um ano ou muito tempo - declarou a ex-campeã do peso-galo, em conferência de imprensa pelo telefone.

Holly Holm, que ganhou notoriedade no MMA ao nocautear a então invicta Ronda Rousey, em 2015, elogiou Cris Cyborg, apesar de já ter trocado farpas com a curitibana via redes sociais.

- Ela é forte, agressiva, uma lutadora maior do que eu e que passou a maior parte de sua carreira no peso-pena. Eu só tive uma luta nessa categoria. Ela também treina com força. Eu sei que sim. Eu não coloquei nada além do que ela pode fazer, ela ganhou muitas vitórias com o cinturão não foi à toa. Ela entra, acredita em si mesma e impõe seu ritmo. Eu ainda sou um lutadora diferente, e eu sei que essa será uma luta diferente, que venha o dia 30 ".

UFC 219                           
30 de dezembro, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (a partir de 1h, horário de Brasília):
Peso-pena: Cris Cyborg x Holly Holm
Peso-leve: Khabib Nurmagomedov x Edson Barboza
Peso-galo: Jimmie Rivera x adversário a definir
Peso-palha: Cynthia Calvillo x Carla Esparza
Peso-meio-médio: Carlos Condit x Neil Magny
CARD PRELIMINAR (a partir de 22h, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Khalil Rountree x Michal Oleksiejczuk
Peso-leve: Dan Hooker x Marc Diakiese
Peso-pena: Myles Jury x Rick Glenn
Peso-mosca: Louis Smolka x Matheus Nicolau
Peso-médio: Marvin Vettori x Omari Akhmedov
Peso-mosca: Tim Elliott x Mark De La Rosa

Fonte: Portal Combate

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Poirier ignora revanches com McGregor e Alvarez: "Quero lutar pelo ouro"

Cara de Sapato analisa Tim Boetsch: "Ele mostra fraqueza onde é o meu forte"

Fã de Condit, Cowboy promete nocautear: "Não aceito duas derrotas seguidas"

Em novo livro, Paige VanZant revela ter sido vítima de estupro na adolescência