UFC

Nate diz que teste antidoping da USADA é ‘um monte de mentiras’ e dispara: ‘Não vão arruinar meu legado’

Ameaçando não lutar na edição, o americano exigiu que o órgão, responsável por controlar a política antidoping do Ultimate.

Por

A poucos dias de enfrentar Jorge Masvidal na luta principal do UFC 244, agendado para o próximo sábado (2), em Nova York (EUA), Nate Diaz protagonizou uma grande polêmica ao revelar que testou positivo em um exame antidoping realizado pela USADA, posteriormente confirmado como ingestão de um suplemento vegano contaminado.

Ameaçando não lutar na edição, o americano exigiu que o órgão, responsável por controlar a política antidoping do Ultimate, resolvesse a polêmica de maneira rápida, afirmando que não ficaria com seu nome “sujo”. A USADA, então, emitiu um comunicado liberando Nate para enfrentar Masvidal no card, alegando que a contaminação presente no seu exame foi considerada pequena, o que não garante nenhuma espécie de vantagem ao lutador no duelo e levou Diaz a ser isento do mal uso da substância.

Em conferência de imprensa realizada na última segunda-feira (28), Nate Diaz deu a entender que UFC e USADA indicaram para ele ficar em silêncio até o duelo diante de Masvidal. O irmão de Nick Diaz, no entanto, é conhecido por seu estilo polêmico e provocador – dentro e fora do cage -, e voltou a falar sobre o tema, revelando que tornou a situação pública visando proteger seu legado dentro do esporte.

“Eu não estava feliz sobre nada daquilo, na verdade. Eu acho que foi tudo um monte de mentiras. Eu só não queria fazer parte desse segredo. Eu acho que a coisa com as pessoas que tomam esteroides é que eles não falam sobre esteroides em alto e bom som. Eu não ligo se vai arruinar o show. Você não vai arruinar meu legado. Tudo que eu acredito no jogo é que eu sou todo natural. Se nós fôssemos homens das cavernas, eu seria o mais duro homem da caverna lá fora”, afirmou Nate, de acordo com o site americano MMA Junkie.


Fonte: Tatame.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Sem atuar há dois anos, Rafael Feijão diversifica investimentos e projeta aposentadoria para 2020

Invicto, lutador brasileiro relembra infância difícil antes de estreia no LFA: ‘Eu sempre acreditei em mim’

Zabit Magomedsharipov vence Kattar e segue invicto no UFC

Pedrita deixa o UFC São Paulo após testar positivo em exame por ‘uso acidental de remédio’