UFC

Pronto pra ‘chocar o mundo’, Marreta fala sobre encarada com Jones e diz: ‘Acha que será fácil’

Vindo de quatro vitórias consecutivas, sendo três delas por nocaute, Marreta sabe do enorme desafio que terá pela frente, mas garante estar pronto para “chocar o mundo”.

Por

O momento mais importante da carreira de Thiago Marreta está prestes a acontecer. Neste sábado (6), na luta principal do UFC 239, em Las Vegas (EUA), o brasileiro disputará o título da categoria meio-pesado contra o campeão Jon Jones, considerado um dos grandes nomes da história do MMA e “invicto” – no único revés, foi desclassificado.

Vindo de quatro vitórias consecutivas, sendo três delas por nocaute, Marreta sabe do enorme desafio que terá pela frente, mas garante estar pronto para “chocar o mundo”, como o próprio lutador brasileiro diz desde que o combate com “Bones” foi anunciado.

Procurando se manter longe de toda a pressão e ansiedade que envolve uma disputa de título, o carioca afirmou que vem mantendo seu pensamento e ações sem qualquer tipo de alteração, como se fosse apenas “mais uma luta”. Em entrevista com jornalistas pela internet, Marreta também falou sobre como foi a primeira encarada com Jon Jones.

“A gente não se falou, não se cruzou, não houve nada. Na encarada, aconteceu o que vocês viram, ele deu um sorriso, meio que esnobe e foi isso. Eu sorri para ele de volta apenas para retribuir. Ele acha que já venceu e vai ser fácil”, revelou o lutador, de 35 anos.

Confira a entrevista na íntegra com Thiago Marreta:

-Psicológico ‘em dia’ para a luta

Acho que sim, talvez o psicológico seja um fator importante, mas é uma luta como outra qualquer, não é só ‘cabeça’, temos que conseguir colocar a estratégia em jogo, estar bem treinado. A parte mental tem que estar bem trabalhada por ser a luta principal e uma disputa de cinturão, mas eu acho que engloba tudo, não apenas o fator psicológico.

-Disputa de cinturão contra Jon Jones               

Eu prefiro tratar como se fosse apenas mais um adversário. Estou procurando agir como eu ajo em todas as lutas, dentro da normalidade. É apenas mais uma semana de luta normal, mais um duelo normal, focando na perda de peso. Tudo dentro da minha normalidade.

-Primeira encarada com o campeão                

A gente não se falou, não se cruzou, não houve nada. Na encarada, aconteceu o que vocês viram, ele deu um sorriso, meio que esnobe e foi isso. Eu sorri para ele de volta apenas para retribuir. Ele acha que já venceu e vai ser fácil. Gosto de fazer uma leitura dos meus adversários na hora da encarada e na troca de olhares, pela expressão, me olhando de cima pra baixo, como se eu fosse inferior a ele e que essa luta vai ser uma coisa fácil.

-Vantagem sua nos primeiros rounds                    

Não é que esteja errado ou certo quem faz essa previsão, mas o MMA é muito imprevisível, tudo pode acontecer na luta. É difícil prever qualquer coisa. É normal que as pessoas deem a opinião delas e falem que, nos primeiros rounds, eu posso nocautear e vencer, e se for uma luta mais longa, a vantagem é dele, mas é muito complicado prever qualquer.

-Estratégia para nocautear Jon Jones               

Não tem fórmula mágica. É muito treino e fazer tudo aquilo que a gente treinou. Na hora a gente vai ver se tudo o que preparamos vai dar resultado contra o jogo dele. Estou pronto.

-Jones invicto contra rivais brasileiros                 

Não me assusta, de maneira alguma. Independentemente de ser brasileiro ou não, ele venceu grandes lutadores, foi a carreira que ele construiu. São só estatísticas, números, isso não quer dizer nada, até porque cada luta é uma luta e vou para buscar esse cinturão.

-Temor que a luta possa ser cancelada                  

Parece que sim, que a luta realmente vai acontecer. As coisas estão indo bem, estão acontecendo com normalidade, sem nenhuma alteração. Espero que tudo ocorra bem até o dia da luta para que tudo seja feito. É uma oportunidade ímpar, não só por uma disputa de cinturão, mas por enfrentar um lutador que é considerado um dos melhores de todos os tempos. Ninguém quer perder essa oportunidade, e eu com certeza não vejo a hora.

CARD COMPLETO:

UFC 239        
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 6 de julho de 2019

Card principal                
Peso-meio-pesado: Jon Jones x Thiago Marreta
Peso-galo: Amanda Nunes x Holly Holm
Peso-meio-médio: Jorge Masvidal x Ben Askren
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz x Luke Rockhold
Peso-meio-médio: Diego Sanchez x Michael Chiesa

Card preliminar                 
Peso-pena: Gilbert Melendez x Arnold Allen
Peso-galo: Marlon Vera x Nohelin Hernandez
Peso-palha: Claudinha Gadelha x Randa Markos
Peso-galo: Alejandro Perez x Song Yadong
Peso-médio: Edmen Shahbazyan x Jack Marshman
Peso-meio-médio: Ismail Naurdiev x Chance Rencountre
Peso-galo: Julia Avila x Pannie Kianzad


Fonte: Tatame.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Gabi Garcia responde desafio feito por campeã do Bellator: ‘Se quiser, podemos lutar amanhã’

John Allan vibra com vitória em sua estreia no UFC: "Me deixaram chegar, agora aguenta!"

Trêmula e com cara de dor, Aspen Ladd sofre muito para bater o peso no UFC Sacramento

De volta ao MMA, Urijah Faber cita treino "premonitório" com Henry Cejudo há 10 anos