Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

Bolsonaristas pressionam e conseguem acesso à Esplanada nesta segunda

Acesso ao local estava bloqueado desde o último domingo (5/9), mas manifestantes que apoiam o presidente Bolsonaro conseguiram acesso

Por

O ponto de bloqueio da Esplanada dos Ministérios foi liberado pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A via de acesso estava fechada desde domingo (5/9). No entanto, na noite desta segunda-feira (6), os manifestantes invadiram o local e acessaram a Esplanada. Cerca de 400 pessoas estão no local. Além da aglomeração, muitos manifestantes floram flagrados sem máscara de proteção facial.

O trânsito está parado desde a altura da Rodoviária do Plano Piloto. O fluxo intenso é causado pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Os presentes ostentam caminhões, ônibus e bandeiras do Brasil. Os motoristas também realizam buzinaço e atrapalham os veículos que querem passar pela área. Policias militares tentam viabilizar o trajeto e correm para abrir o outro ponto de bloqueio sentido Eixo Monumental.

Reforço

Na expectativa de receber pelo menos 100 mil manifestantes na Esplanada dos Ministérios, no feriado de 7 de Setembro, o Governo do Distrito Federal afirmou que a segurança da capital será reforçada para evitar possíveis ataques de grupos pró e contra governo.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) realizará linhas de revistas pessoais e bloqueios nas principais vias da Esplanada e proximidades da Torre de TV.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do DF, treze grupos pró-governo foram cadastrados na pasta para protestar no feriado. O ponto de encontro será na frente da Biblioteca Nacional. De lá, eles deverão seguir pela Esplanada. Por questões de segurança, o acesso à Praça dos Três Poderes será restrito.

O Departamento de Trânsito (Detran/DF) e a PMDF fecharam a entrada com grades e cercas a partir das Alamedas dos Estados, pouco antes do Congresso Nacional. Na prática, isso significa que manifestantes não terão acesso a prédios como Câmara dos Deputados, Senado Federal, Itamaraty, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal (STF).

Os manifestantes pró-governo ficarão na Esplanada dos Ministérios. Treze grupos foram cadastrados pelo Núcleo de Atividades Especiais (Nucae), da SSP/DF. O ponto de encontro será a Biblioteca Nacional. De lá, seguirão pela Esplanada dos Ministérios e poderão chegar até a Avenida José Sarney, na ligação entre as vias S1 e N1. Os monumentos e prédios públicos estarão fechados com gradil e resguardados por policiais.

Os ônibus com a comitiva dos manifestantes a favor do governo, estão chegando de todo país desde o último fim de semana e se fixando próximo ao Teatro Nacional. A maioria dos hotéis da área central de Brasília já está lotada desde ontem. Pelo menos 5 mil policiais deverão atuar no feriado para evitar ataques às instituições.

As manifestações contra o governo vão se concentrar no estacionamento da Torre de TV, a partir das 8h ao lado da Praça das Fontes. De lá, os presentes devem ir caminhando até o Memorial dos Povos Indígenas.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Show de dupla sertaneja é interrompido após palco pegar fogo em SP

Homem é atacado por jacaré em lago de Campo Grande

Tempestade de poeira e chuvas atingem Centro-Oeste e assustam moradores

Rio dispensará uso de máscara em local aberto, mas estado mantém exigência