Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Saúde

Bolsonaro anuncia que ministro Bento Albuquerque contraiu coronavírus

O militar é o segundo ministro a contrair a doença; mais cedo, o general Augusto Heleno informou que testou positivo para Covid-19.

Acompanhado de outros ministros, também com máscaras, ele justificou a medida citando a infecção do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, divulgada mais cedo, e de Albuquerque, revelada por ele. (Foto: reprodução)

Por

Usando uma máscara durante entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro anunciou na tarde desta quarta-feira que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, contraiu o novo coronavírus.

Acompanhado de outros ministros, também com máscaras, ele justificou a medida citando a infecção do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, divulgada mais cedo, e de Albuquerque, revelada por ele.

A coletiva estava marcada para as 14h30 e começou com 15 minutos de atraso, no Salão Oeste do Planalto. Além do presidente e dos ministros, outros funcionários da Presidência, entre eles seguranças, também utilizam máscaras.

Além dos ministros, como o da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Economia,
Paulo Guedes, o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
(Anvisa), Antonio Barra Torres também se sentou à mesa ao lado de Bolsonaro.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Caixa não tem como filtrar classe de quem pede auxílio, diz Guimarães

'Não somos leprosos', reage ministro da Itália a restrições de vizinhos europeus

Mourão vê 'baderneiros' em atos e critica comparação com nazismo e ditadura

CNI identifica 17 novas barreiras comerciais a produtos brasileiros