Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Dados

Brasil registra 656 mortes por Covid em 24 horas; total chega a 579.052

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 687, o terceiro dia seguido abaixo de 700.

O Brasil registrou 656 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando neste sábado (28), 579.052 óbitos desde o início da pandemia. (Foto: Reprodução)

Por

O Brasil registrou 656 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando neste sábado (28), 579.052 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 687, o terceiro dia seguido abaixo de 700.

Já com relação ao número casos, o país registrou em 23.155 nas últimas 24 horas. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias ficou em 24.722. O total desde o início da pandemia é de 20.726.800.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h deste sábado. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

Sábado (21): 773
Domingo (22): 765
Segunda (23): 766
Terça (24): 730
Quarta (25): 718
Quinta (26): 696
Sexta (27): 677
Sábado (28): 687

Em 31 de julho o Brasil voltou a registrar média móvel de mortes abaixo de 1 mil, após um período de 191 dias seguidos com valores superiores. De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Três estados apresentam tendência de alta nas mortes: RJ, AC e SE.

Em seu pior momento a curva da média móvel chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano.



Brasil, 28 de agosto



  • Total de mortes: 579.052
  • Registro de mortes em 24 horas: 656
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 687 por dia (variação em 14 dias: -20%)
  • Total de casos confirmados: 20.726.800
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 23.155
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 24.722 por dia (variação em 14 dias: -13%)


Estados



  • Em alta (3 estados): RJ, AC e SE
  • Em estabilidade (7 estados e o DF): RS, SC, ES, DF, MS, PA, BA e PB
  • Em queda (16 estados): PR, MG, SP, GO, MT, AM, AP, RO, RR, TO, AL, CE, MA, PE, PI e RN

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Vacinação
Pouco mais 28% dos brasileiros estão totalmente imunizados, ou seja, tomaram as duas doses ou a dose única de vacinas contra a Covid. São 59.568.097 doses aplicadas, o que corresponde a 28,21% da população, de acordo com dados também reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa.

Os que estão parcialmente imunizados, ou seja, que apenas a primeira dose de vacinas, são 128.671.178 pessoas, o que corresponde a 60,32% da população.

Somando a primeira, a segunda e a dose única, são 188.843.674 doses aplicadas no país.

Veja a situação nos estados:

Sul

PR: -30%
RS: +9%
SC: -6%

Sudeste

ES: -9%
MG: -26%
RJ: +29%
SP: -28%

Centro-Oeste

DF: +15%
GO: -38%
MS: -7%
MT: -31%

Norte

AC: +33%
AM: -41%
AP: -58%
PA: -13%
RO: -42%
RR: -56%
TO: -47%

Nordeste

AL: -24%
BA: -10%
CE: -54%
MA: -18%
PB: 0%
PE: -50%
PI: -39%
RN: -37%
SE: +82%

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Secretários de Guedes pedem demissão após manobra para abrir espaço no teto de gastos

Ao menos 16 tubarões foram vistos em Balneário Camboriú desde agosto

Governo de Rondônia proíbe uso da linguagem neutra em escolas públicas e privadas

Nova regra do teto é incluída em PEC dos Precatórios e pode ser votada nesta quinta