Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

Caminhoneiros fazem greve em Minas Gerais por conta do aumento do diesel e já falta gasolina nos postos de combustíveis de Belo Horizonte

Transportadores cobram redução do preço do diesel, que sofreu reajuste de 15% nas refinarias na semana passada

Desde a semana passada, quando a Petrobras anunciou reajuste de 10% na gasolina e 15% no diesel, caminhoneiros protestam em todo o país. (Foto: Reprodução)

Por

Cerca de 50 caminhoneiros protestam em frente à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, Minas Gerais, na manhã desta sexta-feira (25), contra o alto preço dos combustíveis no país. De acordo com Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (SindTanque-MG), a estimativa é que haja 300 caminhões parados em todo o Estado. 

De acordo com Irani Gomes, presidente do SindTanque-MG, a greve não tem previsão de fim e, segundo ele, o reflexo da falta de gasolina já é sentida nos postos de Belo Horizonte. Nesta quinta-feira (25), a categoria se reuniu com representantes da Secretária de Fazenda. "Eles nos deram uma resposta negativa, estamos aguardando o que pode ser feito", afirma. 

Na capital mineira, a gasolina já é vendida a mais de R$ 5 nos postos de combustível. Desde ontem, com a greve, algumas revendas registram falta de gasolina e etanol, e falta combustível em alguns postos. 

Desde a semana passada, quando a Petrobras anunciou reajuste de 10% na gasolina e 15% no diesel, caminhoneiros protestam em todo o país. Nessa quinta-feira, os transportadores fizeram uma carreata da Regap até a Cidade Administrativa, sede do governo de Minas, para cobrar a diminuição do ICMS, mas o governador Romeu Zema disse que a diminuição de alíquotas do imposto depende de maior equilíbrio financeiro, o que não deve ocorrer no curto prazo.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

STF mantém julgamento sobre Lula em plenário e deixa decisão para esta quinta-feira

MPF processa ex-ministro Pazuello e secretário de Saúde do AM por responsabilidade na crise de oxigênio no estado

Justiça do Rio mantém Dr Jairinho, que está preso, na cadeira de vereador

STF confirma decisão de Barroso que mandou Senado instalar CPI da Covid