Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

MP-SP apura quebra de sigilo médico de enfermeira que teria ameaçado Klara Castanho

Promotoria de Justiça da Infância e de Santo André disse em nota que o processo de entrega do bebê aconteceu de forma legal.

Klara Castanho contou que foi estuprada e entregou o bebê para adoção. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Por

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) informou em nota que está apurando a quebra de sigilo profissional que teria sido feita por uma enfermeira com os dados médicos da atriz Klara.

"[Sobre] a suposta violação de sigilo profissional, já foi solicitada a apuração à autoridade policial, bem como o fato, conforme já noticiado publicamente, será apurado nas esferas dos órgãos profissionais", diz o comunicado.

O órgão avisa ainda que todos os trâmites acontecerão sigilosamente. "Outras medidas eventualmente adotadas pela Promotoria de Justiça, se for o caso, observarão o sigilo que a matéria requer."

Com relação ao processo de entrega da criança para adoção, a Promotoria de Justiça da Infância e de Santo André explica que todo o procedimento seguiu integralmente o trâmite previsto no ECA (Estatuto da Criança e Adolescente).

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

'Estava pelado e se masturbando': Mulheres que acusam juiz relatam beijos, agarrões, pedido de foto de calcinha e assédio na webcam

Moraes será relator de ação contra Bolsonaro sobre varíola dos macacos no STF

Quase 500 crianças são registradas por dia sem o nome do pai no Brasil

Prêmio da Mega-Sena vai para quatro apostadores e cada bilhete ganhador vai receber mais de R$ 6 milhões