Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

No Ceará, Bolsonaro não usa máscara e gera aglomeração

Ele participa de solenidade de entrega de quase 2,8 mil moradias populares.

Bolsonaro desfila em carro aberto em Juazeiro do Norte, no Ceará, e gera aglomeração de simpatizantes. (Foto: Antônio Rodrigues/SVM)

Por

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desembarcou nesta sexta-feira (13) em Juazeiro do Norte, na Região do Cariri do Ceará. Jair Bolsonaro chegou às 9h50 ao Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes.

Bolsonaro chegou a Juazeiro do Norte usando máscara, mas logo em seguida apareceu sem o equipamento de proteção contra a Covid-19, obrigatório no Ceará por decreto. Os simpatizantes do presidente geraram aglomeração no aeroporto, que também está proibida no estado.

O Ministério Público Federal no Ceará já havia pedido o procurador-geral da República, Augusto Aras, investigasse Bolsonaro por crime contra saúde pública, por provocar aglomeração sem uso de máscara em outra visita ao estado, fevereiro deste ano. O G1 questionou a PGR sobre o andamento da investigação e aguarda retorno.

Após aterrissagem, ele cumprimentou apoiadores que o aguardavam no aeroporto, desfilou em carro aberto pelas ruas da cidade e foi até o residencial onde ele participa da cerimônia de entrega de casas populares.

Conforme o Detran, o transporte de passageiros em compartimento de carga, "salvo por motivo de força maior, com permissão da autoridade competente" é uma infração gravíssima.

No evento, ele fez críticas aos governadores que decretaram lockdown para conter o avanço da pandemia de Covid-19. "Estes mais humildes, que não tinham renda fixa e não eram servidores públicos foram jogados na vala da quase miséria", disse.

Sobre o pronunciamento de Jair Bolsonaro, o governador do Ceará Camilo Santana, rebateu dizendo através das redes sociais, que o presidente ignorou a morte de mais de meio milhão de pessoas.

"Criminoso, sr presidente, é ignorar a perda de mais de meio milhão de vidas na pandemia e ainda debochar da dor das famílias. Tivéssemos um Gov Federal mais preocupado com a vida, milhares teriam sido salvas. Seus ataques jamais irão tirar de mim a força para continuar lutando", disse Camilo Santana.

Em seguida, Bolsonaro fez uma visita ao horto, local turístico de Juazeiro do Norte onde fica a estátua de padre Cícero, considerado santo popular na região.

Sem motociata

Na cerimônia, Bolsonaro afirmou que não iria participar de uma motociata que simpatizantes organizavam na cidade. "Peço desculpas aos motociclistas por não poder fazer hoje o passeio com vocês", disse.

Ele já participou de eventos como esse em outras cidades brasileiras.

2,8 mil casas populares

Bolsonaro participa de evento de entrega de quase 2,8 mil casas populares nas cidades de Juazeiro do Norte e Crato. O Governo Federal afirma que as residências do programa Casa Verde e Amarela vão beneficiar 10,8 mil famílias cearenses.

Ainda de acordo com o Governo Federal, a cerimônia de entrega das chaves irá ocorrer, a partir das 11h, no Residencial Leandro Bezerra de Menezes, no Bairro Sítio Barro Branco, em Juazeiro do Norte.

A chave simbólica da moradia foi entregue pelo presidente a quatro pessoas que irão residir nas unidades.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

CPI da Câmara Municipal de São Paulo recebe denúncia de assédio sexual contra médicos da Prevent

Secretários de Guedes pedem demissão após manobra para abrir espaço no teto de gastos

Ao menos 16 tubarões foram vistos em Balneário Camboriú desde agosto

Governo de Rondônia proíbe uso da linguagem neutra em escolas públicas e privadas