Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Coronavírus

Paciente com coronavírus no DF tem piora no quadro respiratório e estado instável, diz Secretaria de Saúde

Mulher de 52 está internada em UTI no Hospital Regional da Asa Norte. Quadro foi agravado por doenças relacionadas que ela já possuía.

Mulher que testou positivo para coronavírus no DF chega ao Hospital da Asa Norte (HRAN), no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Por

A paciente de 52 anos que foi diagnosticada com o novo coronavírus no Distrito Federal teve uma piora no quadro respiratório e está em estado grave e instável. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Saúde do DF em boletim nesta terça-feira (10).

A mulher segue internada em isolamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Ela respira com ajuda de aparelhos, apresenta febre alta e também tem suporte hemodinâmico para ajudar na circulação sanguínea.

LEIA MAIS: Brasil tem 34 casos confirmados de novo coronavírus, diz ministério

Coronavírus: sobe para 41 número de casos suspeitos no DF, diz Ministério da Saúde
Segundo a Secretaria de Saúde, o quadro da paciente foi agravado por outras doenças relacionadas que ela já possuía. A pasta afirma que ela recebe "cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e de todo suporte técnico-científico".

A mulher é o primeiro caso confirmado da doença na capital e a primeira ocorrência grave de infecção pelo vírus no país. Nesta terça, o Ministério da Saúde informou que há 59 casos suspeitos de Covid-19 no DF.

Caso importado

A mulher passou a exibir sintomas após uma viagem ao Reino Unido e à Suíça. Ela retornou à capital em 26 de fevereiro e procurou um hospital particular em 4 de março, apresentando febre, tosse e secreções.

Na madrugada de sexta-feira (6), ela foi transferida para o Hran, unidade de referência para o tratamento do vírus.

Antes de desembarcar no DF, a mulher fez uma parada em São Paulo. Segundo a Secretaria de Saúde, ela não usou máscaras durante os voos. Os passageiros que sentaram nas fileiras próximas à paciente serão monitorados.

LEIA MAIS: Disseminação do coronavírus leva Espanha a fechar Parlamento e escolas Surto do Covid-19 está aumentando no país

Marido faz exames

O marido da paciente, que também tem 52 anos, é considerado caso suspeito pelo contato direto com a esposa. Ele também teria apresentado sintomas da doença.

Na segunda-feira (9), a Justiça do DF atendeu a um pedido do GDF e obrigou o homem a fazer um teste para indicar a possível infecção pelo novo coronavírus. A decisão também determinou que o marido fique em isolamento em casa, já que ele visitou a esposa no hospital.

Segundo a decisão, caso o homem se recuse a permanecer na residência, pode pagar multa de até R$ 20 mil.

A advogada da família da paciente , no entanto, afirma que o marido "apenas ficou ao lado da esposa enquanto era feita a transferência dela de um hospital particular para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran)". Segundo Claúdia Rocha, o homem estava cuidando da mulher

"Na segunda-feira (9), depois que a esposa estava acomodada na UTI do Hran ele fez o exame, antes mesmo do pedido da procuradoria do DF entrar com o pedido. Ele nunca se recusou."

Conforme a advogada, o cliente está em casa, isolado, e não apresenta nenhum sintoma da Covid-19. "A família inteira está sofrendo", afirmou.

A Secretaria de Saúde afirma ainda que "a situação permanecerá em acompanhamento pela Secretaria de Saúde do DF e, se o resultado for positivo, serão adotadas medidas de acordo com protocolo do Ministério da Saúde".

LEIA MAIS: Mais de 40 pessoas morrem no Irã por intoxicação alcoólica por acreditar que bebida cura coronavírus

Casos no DF

Segundo boletim divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde, o Distrito Federal tem 59 casos suspeitos e segue com um confirmado. Outros 56 foram descartados. O número representa aumento de 18 suspeitas em um dia. Na segunda, eram 41.

A saúde da capital está em estado de emergência por conta da doença. A medida foi decretada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) por "risco de pandemia".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Brasil passa 220 mil mortes pela Covid-19 e 9 milhões de casos, mostra consórcio de imprensa

Bolsonaro quer 'transformar o parlamento em um anexo do Palácio do Planalto', diz Maia

Inep divulga gabaritos do Enem 2020; confira

“Enfia no rabo de vocês da imprensa essas latas de leite condensado”, diz Bolsonaro