Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Dois anos

PM resgata criança amarrada com fios pela mãe na zona leste de São Paulo

Os policiais encontraram a menina com os pés descalços e amarrados por um fio dentro da casa, que tinha as luzes apagadas. Ao lado da criança havia um brinquedo.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo), vizinhos acionaram a Polícia Militar após escutar por várias horas o choro da criança. (Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Policiais militares resgataram uma menina de dois anos que era mantida amarrada por fios pela mãe dentro de casa no bairro Cidade Líder, zona leste, na manhã de sábado (6). A mãe foi presa em flagrante.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo), vizinhos acionaram a Polícia Militar após escutar por várias horas o choro da criança. Os policiais encontraram a menina com os pés descalços e amarrados por um fio dentro da casa, que tinha as luzes apagadas. Ao lado da criança havia um brinquedo.

Os policiais desamarraram a criança e a retiraram pela janela da casa. Ela foi alimentada dentro do carro da corporação antes de ser levada à delegacia. Segundo os policiais, a menina estava com muito medo.

Uma mulher de 21 anos, mãe da menina, foi presa horas depois em flagrante e levada ao 89ºDP (Portal do Morumbi), onde permanece detida.

O caso foi registrado como maus tratos, sequestro e cárcere privado, abandono de incapaz e violência doméstica na 8ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Mateus, que investiga o caso. O conselho tutelar foi acionado.

As denúncias de maus-tratos e negligência a crianças de adolescentes podem ser feitas aos Conselhos Tutelares, às Polícias Civil e Militar e ao Ministério Público ou por meio do serviço de disque-denúncia, o número é 181.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

É hoje! ClickPB transmite em tempo real o primeiro debate da TV Arapuan com os sete candidatos ao Governo da Paraíba

Coroinha é esfaqueado dentro de igreja no norte da Bahia

Michelle Bolsonaro: Planalto foi consagrado a demônios e hoje, a Jesus

Fãs registram confusão em show da dupla Henrique e Juliano em Sorocaba