Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cinema

Editoria sobre Cinema ir para editoria →

Hollywood

Amber Heard e Johnny Depp voltam à Justiça após acusação de agressão

Depp iniciou o julgamento em março de 2019, e afirmou que as acusações de Heard eram um "farsa elaborada" para aumentar sua personalidade pública.

Amber Heard, 35 e Johnny Depp, 58 (Foto: Reprodução)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O julgamento do processo que o ator Johnny Depp, 58, move contra sua ex-mulher, a atriz Amber Heard, 35, por difamação, acontece a partir desta segunda-feira (11) na Virgínia, nos EUA, e deve durar cerca de seis semanas. Além disso, todos os procedimentos serão televisionados.

O processo se concentra em uma ação que o ator moveu contra Heard, que escreveu um editorial para o jornal Washington Post em 2018, dizendo que ela havia se tornado uma "figura pública que representa abuso doméstico". Depp iniciou o julgamento em março de 2019, e afirmou que as acusações de Heard eram um "farsa elaborada" para aumentar sua personalidade pública.

Neste domingo, a atriz compartilhou um texto em seu perfil do Instagram falando que irá se afastar das redes sociais pelas próximas semanas, devido ao processo judicial, e agradecendo aos fãs pelo apoio que recebeu até aqui. "Vou ficar offline nas próximas muitas semanas", começou a artista.

"Estarei em Virgínia, onde vou enfrentar meu ex-marido Johnny Depp em corte. Johnny está me processando por um editorial que escrevi no Washington Post, em que recontei a minha experiência com violência e abuso domésticos."

"Eu nunca o mencionei, e escrevei sobre o preço que mulheres pagam ao denunciarem homens no poder", continuou ela na publicação. "Sigo pagando o preço, mas espero que, quando este caso se encerrar, eu possa seguir em frente, e Johnny também", escreveu ela no texto.

Heard ainda disse que sempre sentiu amor pelo ator, e que isso a traz muita dor por "ter que reviver os detalhes da nossa vida juntos em frente ao mundo". A atriz finaliza o texto agradecendo pelo apoio que recebeu ao longo dos anos, e afirma que irá se apoiar nisso ainda mais neste período.

A carreira do ator em Hollywood foi abalada após a atriz acusá-lo de violência doméstica. Depp então moveu uma ação a processando por difamação. Na Justiça britânica, Depp perdeu uma ação contra o tabloide The Sun por chamá-lo de "espancador de esposas".

Segundo o site The New York Times, o julgamento no Tribunal de Circuito do Condado de Fairfax deve começar com a seleção do júri, e espera-se que as duas partes deponham. Além disso, a lista de possíveis testemunhas de Heard inclui nomes como Elon Musk e James Franco.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Filha de Alec Baldwin diz que sofreu estupro na adolescência e que, anos depois, fez um aborto

Circuito Audiovisual Secult começa nesta segunda-feira e exibe curtas-metragens no Teatro Municipal, em Campina Grande

Ezra Miller, de ‘Flash’, é acusado de assediar criança de 12 anos, diz site

Lightyear é banido em países do Oriente Médio por beijo gay