Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Cinema

Editoria sobre Cinema ir para editoria →

Dia 28

Bárbara Paz confirma presença no Fest Aruanda com documentário premiado sobre Babenco

Atriz e diretora estará presente na abertura do festival, no próximo dia 28, apresentando o documentário “Babenco – alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou”.

Bárbara Paz apresentará seu primeiro trabalho como diretora na Paraíba (Foto: Reuters)

Por

O documentário “Babenco – alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou”, filme de estreia da atriz Bárbara Paz por trás das câmeras, será o abre-alas do 14º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, que acontece entre os dias 28 deste mês e 4 de dezembro, no Cinépolis Manaíra Shopping, em João Pessoa. Recém-premiada no Festival Internacional de Cinema de Veneza por esse documentário, Bárbara estará na abertura do evento.

Com esse filme, Barbára Paz venceu o Bisato D'Oro, prêmio da crítica independente da 76ª edição do festival veneziano, e também o prêmio de melhor documentário sobre cinema na mostra Venice Classics. Ele narra os últimos dias de vida do cineasta Hector Babenco, de quem ela ficou viúva em 2016. É um documentário que traz cenas de hospitais, trechos de filmes, imagens caseiras, memórias, reflexões e depoimentos – tudo filmado e gravado com a anuência do cineasta, em épocas distintas dos seus últimos três anos de vida.

O documentário, segundo Bárbara, é uma ode a Babenco e a sua obra. Traça um paralelo entre a arte e o câncer que o vitimou (ou seja, é sobre a vida e a morte do cineasta), em preto e branco, com produção da própria Bárbara, de Myra Babenco e dos irmãos Caio e Fabiano Gullane. O diretor, que nasceu na Argentina e se naturalizou brasileiro, morreu aos 70 anos. Seus filmes mais famosos incluem “Lúcio Flávio, passageiro da agonia” (1977), “Pixote: A lei do mais fraco” (1982), “O beijo da Mulher Aranha” (1985) e “Carandiru” (2003).

Semana de cinema – A partir do dia 28 de novembro, a cidade de João Pessoa será sede da Sétima Arte. Durante uma semana, a capital paraibana vai ser invadida por atores, cineastas, críticos, jornalistas e diretores, todos em torno das mostras competitivas e dos lançamentos de novos trabalhos. A programação do evento, que acontece até o dia 4 de dezembro, se dividirá entre o Cinépolis Manaíra Shopping (exibição de filmes) e o Hotel Tambaú (debates e oficinas). O Fest Aruanda é patrocinado pela Energisa (Usina Cultural) e pelo Armazém Paraíba, via Lei Federal de Incentivos – Ministério da Cidadania, com chancela da UFPB.

Serviço

14° Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro

Data: 28/11 a 04/12/19

Local: Cinépolis Manaíra Shopping e Hotel Tambaú – João Pessoa-PB

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

14º Fest Aruanda premiou vencedores nesta quarta-feira; veja quem ganhou

The Mandalorian | Funko revela colecionáveis do “Bebê Yoda”

Viúva Negra | Novo trailer leva Natasha a enfrentar seu passado

Fest Aruanda exibe "Pacificado" nesta terça-feira