Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Economia

Editoria sobre Economia ir para editoria →

Economia

INSS prorroga até 31 de outubro antecipação de pagamento de BPC e auxílio-doença

O decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi publicado em edição extra do "Diário Oficial" na noite desta quinta-feira (2).

O governo autorizou que os beneficiários possam receber antecipadamente, evitando que milhões de pessoas fiquem sem assistência durante este período. (Foto: Walla Santos)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vai prorrogar até 31 de outubro a antecipação do pagamento do BPC (benefício de prestação continuada) e do auxílio-doença.

O decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi publicado em edição extra do "Diário Oficial" na noite desta quinta-feira (2).

O governo alega que o atendimento presencial nas agências da Previdência Social está prejudicado por causa da pandemia de Covid-19 e que, embora esteja previsto o retorno gradual a partir de 13 de julho, sabe-se que nem todas as unidades estarão totalmente aptas para atender o público.

Diante deste cenário, o governo autorizou que os beneficiários possam receber antecipadamente, evitando que milhões de pessoas fiquem sem assistência durante este período.

A lei nº 13.982 previa autorização para que o INSS antecipasse um salário-mínimo por mês para beneficiários do BPC e do auxílio-doença durante o período de três meses a partir da publicação, em abril.

Segundo o decreto desta quinta, a operacionalização das antecipações será disciplinada conjuntamente pelo Ministério da Cidadania, pelo INSS e pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Novo presidente do BB fez carreira no atacado e participou da venda do HSBC Brasil

Jair Bolsonaro confirma aval para Guedes discutir nova CPMF, mas quer substituição de impostos

Em sete anos, PIB per capita cai e brasileiro fica 11% mais pobre

Secretaria da Fazenda da Paraíba prorroga uso de equipamento POS e outras medidas até o dia 4 de setembro