Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Esporte

Editoria sobre Esporte ir para editoria →

Vôlei de praia

Paraibano Álvaro Filho garante vaga para Olimpíada de Tóquio de 2020

Alison e Álvaro Filho é a melhor dupla brasileira no ranking mundial. Está na terceira colocação com 5.640 pontos, ao lado dos alemães Thole e Wickler.

A dupla surgiu a partir de um ‘padrinho': o campeão olímpico Ricardo. (Foto: Reprodução)

Por

O paraibano Álvaro Filho junto com seu parceiro Alisson garantiram vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio/2020. A dupla surgiu a partir de um ‘padrinho': o campeão olímpico Ricardo. 

Alison e Álvaro Filho é a melhor dupla brasileira no ranking mundial. Está na terceira colocação com 5.640 pontos, ao lado dos alemães Thole e Wickler. Evandro/Bruno Schmidt estão em sexto com 5.400.

Além deles também garantiram vagas Evandro/Bruno Schmidt , Ágatha/Duda e Ana Patrícia/Rebecca.

O Brasil é o país com mais medalhas no vôlei de praia nos Jogos Olímpicos, somando três ouros, sete pratas e três bronzes.

A confirmação veio nesta quarta (16) após a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgar o calendário do Circuito Mundial 2019/2020. Como até fevereiro do ano que haverá apenas uma etapa que conta na corrida olímpica brasileira, nenhuma das quatro duplas pode mais ser alcançada.

A corrida olímpica brasileira foi iniciada em fevereiro deste ano levando em conta os pontos obtidos nas etapas quatro e cinco estrelas do Circuito Mundial, além do Campeonato Mundial, com pesos correspondentes. Os times tiveram a possibilidade de descartar as pontuações mais baixas, somando os 10 melhores resultados obtidos durante a temporada.

A corrida olímpica interna das duplas brasileiras acontece em paralelo à disputa da vaga do país, que segue as regras da FIVB. Cada nação pode ser representada por, no máximo, duas duplas em cada naipe.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Melhor jogador da Libertadores ganhará anel com 128 diamantes

Quem é o favorito ao título da Libertadores 2019: Flamengo ou River Plate?

Corrida Paraíba pela Paz abre lote extra de inscrições

Galvão Bueno sofre infarto após provar "viagra natural" no Peru