Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Mundo

Editoria sobre Mundo ir para editoria →

24 horas

Casos diários de Coronavírus no mundo batem recorde, diz estudo

Os dados são da Universidade Johns Hopkins, que monitora a doença pelo mundo em uma plataforma em tempo real.

Casos de coronavírus crescem no mundo (Foto: Reprodução)

Por

Nesta quarta-feira (17), o mundo bateu o recorde de casos diários do novo coronavírus: foram 176 mil diagnósticos positivos em apenas 24 horas. Os dados são da Universidade Johns Hopkins, que monitora a doença pelo mundo em uma plataforma em tempo real. Os novos números passaram com folga do então recorde, obtido no dia anterior, terça (16), de 139,6 mil casos confirmados.

Segundo os dados da plataforma da universidade americana, o Brasil foi o segundo país com mais casos registrados na quarta (32,2 mil), atrás apenas do Chile, que divulgou 36,2 mil diagnósticos positivos — número alto se comparado com a média de menos de 6 mil casos diários. O governo chileno disse que o crescimento abrupto foi resultado de um atraso em diagnósticos suspeitos.

Com uma média diária de 26,2 mil novos casos, o Brasil liderou o ranking mundial de diagnósticos positivos na última semana, seguido pelos EUA, que atingiu uma média de 23,2 mil.

No Brasil:  Curva de mortes pelo coronavírus se estabiliza no país

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, o novo coronavírus já infectou 8,4 milhões de pessoas no mundo, provocando 453.216 mortes.

Brasil se aproxima de 1 milhão de infectados
O Brasil chegou nesta quinta a 983.359 infectados pelo novo coronavírus, aproximando-se da marca de 1 milhão de contaminados, que deve ser alcançada nesta sexta. Em todo o mundo, apenas os Estados Unidos têm mais pessoas infectadas pelo vírus, com mais de 2 milhões de diagnósticos confirmados.

Ao todo, 47.869 pessoas morreram no Brasil em decorrência da Covid-19 no país. Nas últimas 24 horas, foram 1.204 mortes e 23.050 novos casos confirmados. O levantamento foi realizado com dados das secretarias estaduais de Saúde, obtidos por um consórcio de veículos de imprensa, formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo.

Ao menos três estados informaram que os números divulgados ontem apresentam algum grau de subnotificação por conta de uma instabilidade na plataforma e-SUS, do Ministério da Saúde, que realiza o levantamento e a catalogação dos casos ambulatoriais de Covid-19 no Brasil. Nele, os municípios registram os casos confirmados da doença. Esse problema causou uma queda nas notificações oficiais do novo coronavírus em diferentes estados.

Por meio de nota, o Ministério da Saúde informou que "o processo de notificação de casos suspeitos de Covid-19 está ocorrendo normalmente e a base de dados está totalmente preservada."

Segundo a pasta, há duas formas de exportação de dados do sistema e-SUS Notifica: diretamente do aplicativo ou por meio de uma aplicação (API).

"Este último utiliza tecnologia mais leve e é indicado para grandes volumes de dados, caso de secretarias estaduais de saúde e de grandes municípios. Ocorre que algumas unidades da federação utilizaram o aplicativo para exportação de dados, o que não é recomendado", diz o comunicado.

O Ministério da Saúde afirmou ainda já ter orientado os estados a usar somente a tecnologia API

"Em todo caso, o Departamento de Informática do SUS (Datasus) trabalha para oferecer esta mesma tecnologia (aplicativo) para os municípios que tenham um grande volume de dados."

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Chuvas de meteoros poderão ser vistas no Brasil este mês

Libaneses realizam protestos e cobram respostas sobre explosões que mataram mais de 150 pessoas

Homem é assaltado após sacar mais de R$ 1 milhão em dinheiro para ajudar família durante pandemia

Javali rouba notebook e é perseguido por nudista na Alemanha