Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Nesta terça

Aos 42 anos, morre delegada que atuava em João Pessoa

Ranielle atuava na Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa​ e ingressou no quadro da Polícia Civil em 2004.

Ele também diz que a Polícia Civil se solidariza com os amigos e familiares da delegada e deseja votos de consolo e superação neste momento de dor e sofrimento. ​ (Foto: Reprodução)

Por

Morreu na manhã desta terça-feira (12), a delegada Ranielle Vasconcelos Cabral, aos 42 anos, em decorrência de câncer. Ranielle atuava na Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa e ingressou no quadro da Polícia Civil em 2004.

O delegado geral da Polícia Civil da Paraíba,  emitiu uma nota de pesar pela morte da delegada. Na nota Isaías José Dantas  Gualberto disse que o falecimento precoce de Ranielle  é motivo de  profunda tristeza para a instituição. 

Ele também diz que a Polícia Civil se solidariza com os amigos e familiares da delegada e deseja votos de consolo e superação  neste momento de dor e sofrimento. 


Nota de Pesar 

É com profundo pesar que a Delegacia Geral de Polícia Civil da Paraíba comunica o precoce falecimento ocorrido na manhã desta terça-feira (12) da delegada Ranielle Vasconcelos Cabral, de 42 anos. 

A Dra Ranielle ingressou nos quadros da Polícia Civil em 21 de setembro de 2004. Ao longo dos mais de 15 anos de serviços prestados à Instituição, ela atuou, entre outras Unidades Policiais, na 1ª Delegacia Distrital de João Pessoa, Delegacia de Atendimento à Mulher de Mamanguape, Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa e Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio da Capital. 

A delegada ainda participou de trabalhos em cooperação ao Ministério Público da Paraíba e sempre desempenhou suas funções de acordo com os princípios éticos, legais e morais que regem a Polícia Civil. 

O falecimento precoce da Dra Ranielle é motivo de  profunda tristeza para a instituição. 

A Polícia Civil se solidariza com os amigos e familiares da delegada e deseja votos de consolo e superação  neste momento de dor e sofrimento. 

Isaías José Dantas  Gualberto

Delegado Geral da Polícia Civil da Paraíba

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Elefanta Lady tem tratamento vip em seu novo lar e patas estão quase curadas

Pedagoga paga dois salários mínimos e é solta após chamar garçom de "negro nojento"

Governo autoriza BNDES a contratar estudos para concessão de serviço da CBTU

Abastecimento de água será interrompido em 13 locais de João Pessoa no domingo