Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Confusão

Eliza diz que Chico César ofendeu às religiões e quer que ele peça desculpas: "tem que rasgar essa música tenebrosa”

"E quando a gente fala algo, como Siqueira Jr. foi condenado a pagar R$ 300 milhões porque criticou uma travesti que se vestiu de jesus e vilipendiou a figura de Jesus na parada gay".

Eliza Virgínia quer que Chico César peças desculpas a população por música. (Foto: Walla Santos)

Por

A vereadora de João Pessoa, Eliza Virgínia, que fez o requerimento para o voto de repúdio ao cantor e compositor paraibano Chico César, por conta da letra da música ''Bolsominions são demônios'', quer que o artista peça desculpas, pois ofendeu às religiões. "Tem que rasgar essa música tenebrosa”, afirmou. A aprovação do voto aconteceu, nesta quinta-feira (13), durante sessão virtual. 

Eliza diz que voto de repúdio representa uma resposta a um ato totalmente grosseiro de um artista. "Muita gente gosta dele. Um artista paraibano, de se despontar nacionalmente, internacionalmente, e vem de uma forma grosseira, de uma forma ofensiva, desrespeitar o povo brasileiro. Porque 57 milhões de pessoas votaram no presidente Bolsonaro. E ele dizer que 57 milhões de pessoas são demônios, que vem direto do inferninho, que vão para os cultos, brincar de amigo oculto com Satan nos condomínios... Isso é um escárnio, um absurdo".

Para a vereadora, Chico César desrespeitou as religiões. "Quem vai para cultos? Quem é evangélico, quem vai para igreja católica cultuar a Deus, cultuar os santos, quem é de matriz africana também vai cultuar", afirmou, acrescentando que é necessário um pedido de desculpas. "Ele tem que rasgar a música tenebrosa. E você sabe muito bem que uma pessoa como ele diz qualquer coisa conosco e a gente tem que ficar calado?", afirmou ao ClickPB.

Ainda comentou que quando fala algo é criticada. "E quando a gente fala algo, como Siqueira Jr. foi condenado a pagar R$ 300 milhões porque criticou uma travesti que se vestiu de jesus e vilipendiou a figura de Jesus na parada gay. E aí e a gente não pode se indignar, a gente não pode se defender? Nós somos brasileiros, pagamos nossos impostos e queremos respeito”, finalizou.

Leia mais:

“Bolsominions são demônios”: Câmara de João Pessoa aprova por unanimidade voto de repúdio a Chico César por música

Sikêra Jr. é condenado pela Justiça a pagar R$ 300 mil a modelo trans: 'raça desgraçada'

Vereador Marcos Henriques critica voto de repúdio a Chico César: ''Cortina de fumaça''

Sandra Marrocos critica voto de repúdio da Câmara de João Pessoa a Chico César, mas considera que "a pessoa tem que arcar com o que diz"


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Procurador da Paraíba se reúne com João Azevêdo para definir posição sobre volta às aulas presenciais em Cabedelo

Dia das Crianças: diferença no preço de brinquedos em lojas de João Pessoa pode chegar a 90%, diz pesquisa do Procon-JP

Projeto que cria serviço de denúncia de violência contra mulher via WhatsApp é aprovado na ALPB

Representantes do setor de eventos ainda aguardam ​reunião com Prefeitura de João Pessoa para discutir flexibilização