Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Em João Pessoa

Procon-JP fecha mais 12 empresas por descumprimento à quarentena contra coronavírus

Foram fechadas seis empresas na quinta (26) e mais seis nessa sexta (27), por descumprimento ao Decreto Estadual que proíbe o funcionamento de estabelecimentos não essenciais.

Desde a última segunda-feira (23), já foram interditados 24 locais. A fiscalização do Procon-JP não tem data para terminar. (Foto: Divulgação/Procon-JP)

Por

O Procon-JP fechou mais 12 empresas por descumprimento à quarentena contra o coronavírus. Foram fechadas seis empresas na quinta-feira (26) e mais seis nessa sexta-feira (27), por descumprimento ao Decreto Estadual 40135/2020 que proíbe o funcionamento de estabelecimentos que não sejam considerados essenciais.

Desde a última segunda-feira (23), já foram interditados 24 locais. A fiscalização do Procon-JP não tem data para terminar.

O trabalho da fiscalização do Procon-JP vai continuar percorrendo João Pessoa para averiguar as denúncias que a Secretaria continua a receber, principalmente através do Instagram @proconjp. Entre as empresas fechadas estão lojas do comércio varejista, locadoras de veículos, lanchonetes, escolas de enfermagem, financeiras e salão de beleza.

O secretário Helton Renê alerta que desde esta sexta-feira, 27, um novo Decreto Estadual autoriza a abertura de estabelecimentos, com restrições, que prestam alguns serviços como oficinas e concessionárias (manutenção e conserto), empresas de mão de obra terceirizada, fábricas de bomba de irrigação, ventiladores e ar-condicionado (manutenção), serviços funerários, vigilância e certificações sanitárias e fotossanitárias, tranporte e entrega de cargas, transportes de numerário e produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados.

Helton Renê lembra que a desobediência à legislação em vigor e o descumprimento à quarentena acarretará autuação, fechamento do estabelecimento e a aplicação de multas. "Os locais autuados terão um prazo para a justificativa de defesa como prevê a legislação, mas, em um momento como esse, desconsiderar as medidas para evitar a disseminação do COVID-19 é não apenas descumprir uma regra, mas também colocar em risco da saúde das pessoas."

O atendimento do Procon-JP acontece nos seguintes canais: telefones: 83 3218-5720 e 0800 083 20150, Instagram @proconjp, site proconjp.pb.gov.br e e-mail procon@joãopessoa.pb.gov.br.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Abertas novas inscrições para seleção de profissionais que atuarão no enfrentamento da Covid-19 na Paraíba

Paraíba tem quase 700 foragidos da Justiça com auxílio emergencial aprovado

Prefeito Fábio Tyrone diz que vai recorrer da decisão que suspendeu reabertura do comércio em Sousa

Menor preço do litro da gasolina em João Pessoa é encontrado por R$ 3,439