Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Reconhecimento

Tribunal de Justiça da Paraíba conquista Selo Prata de Qualidade pelo Conselho Nacional de Justiça

Premiação ocorreu no encerramento do XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário. O prêmio é uma ferramenta de incentivo para que os tribunais busquem constantes meios de aprimoramento na construção de um Judiciário cada vez melhor.

De acordo com o presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, a premiação além de ser um reconhecimento, se soma aos incentivos que estão sendo implementados para otimizar a produtividade e que a tendência é a conquista do Prêmio Ouro. (Foto: reprodução)

Por

O Tribunal de Justiça da Paraíba foi premiado com o Selo Prata pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) durante o encerramento do XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário, nesta sexta-feira (27). O prêmio é uma ferramenta de incentivo para que os tribunais busquem constantes meios de aprimoramento na construção de um Judiciário cada vez melhor. A premiação CNJ de Qualidade deste ano observou critérios sistematizados em quatro categorias: tribunais com maiores níveis de organização administrativa, atenção às Politicas Nacional do Poder Judiciário, Transparência e Prestação Jurisdicional.

Ao apresentar os vencedores, o presidente da Comissão de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento, conselheiro Luiz Fernando Keppen, afirmou que, durante os últimos meses, a comissão avaliadora do Selo de Qualidade se reuniu e debateu detalhadamente cada questionamento sobre os requisitos, resolveu casos omissos e buscou atender os tribunais, quando possível. “A análise do prêmio é complexa e abrangeu temáticas diversas, como acessibilidade, sustentabilidade, produtividade, celeridade, confiabilidade de dados, informatização, entre outros”, declarou.

De acordo com o presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, a premiação além de ser um reconhecimento, se soma aos incentivos que estão sendo implementados para otimizar a produtividade do órgão e que a tendência é a conquista do Prêmio Ouro. “É importante ressaltar que muitos dados analisados se referem ao ano passado e este ano, implementamos novas medidas de aceleração da eficiência do nosso Tribunal, que irão repercutir, positivamente, no próximo prêmio. Chegarmos ao Selo Prata, hoje, é um grande passo para no futuro chegarmos ao Ouro, devido aos avanços na área de tecnológica, que impulsionarão todos os outros critérios avaliados da atividade-fim e da atividade-meio”, refletiu.

O evento reuniu, ontem e hoje, presidentes de mais de 90 tribunais brasileiros, bem como representantes dos tribunais na Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário e responsáveis pelas áreas de Gestão Estratégica e de Estatística.

O encontro debate e aprova, anualmente, propostas em relação às metas, nacionais e específicas, elaboradas para cumprimento no ano seguinte, no caso, 2021.

“Em relação às metas, a novidade é a criação e as discussões em torno da Meta 12, que prevê identificar e impulsionar 25% dos processos relacionados às ações ambientais. Outras duas novas metas foram criadas – 5 e 9 – visando à redução em dois pontos percentuais da taxa de congestionamento processual e ao incentivo dos processos eletrônicos, respectivamente”, revelou o desembargador João Benedito da Silva, gestor das Metas do CNJ no âmbito do TJPB.


Tribunais premiados – Este ano, pela primeira vez, a premiação foi dividida em categorias por segmento de Justiça: Tribunais Superiores, Justiça Estadual, Justiça Federal, Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral e Justiça Militar.

Selo Diamante: TST, TJDF, TJRO, TJRR, TRT-12ª Região (SC), TRT-15ª Região (SP), TRT-18ª (GO), TRE-MS, TRE-PR, TRE-PE, e o TJM-RS.

Selo Ouro: TJAC, TJAP, TJAM, TJMT, TJPR, TJSC, TJSE, TRF_4ª Região, TRT-3ª Região (MG), TRT-6ª Região (PE), TRT – 8ª Região (Pará/Amapá), TRT – 9ª Região (PR), TRT- 21ª Região (RN), TRT – 22ª Região (PI), TRE-AL, TRE-BA, TRE-CE, TRE-PA, TRE-PB, TRE-RJ, TRE-RN, e TJM-SP.

Selo Prata: STJ, STM, TJBA, TJMS, TJMG, TJPB, TJRN, TJRS, TJSP, TJTO, TRF – 1ª Região, TRF – 5ª Região. TRT – 1ª Região (RJ), TRT – 7ª Região (CE), TRT – 11ª Região (AM/RR), TRT – 13ª Região (PB), TRT – 16ª (MA), TRT – 17ª  (ES), TRT – 24ª (MS), TRE-AC, TRE-DF, TRE-ES, TRE-GO, TRE-MT, TRE-RS, TRE-SP, TRE-SE, TJM- MG.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Municípios poderão usar recursos do ano passado no combate à pandemia do coronavírus até dezembro de 2021

Consórcio Nordeste mantém conversas com instituto russo para compra de 50 milhões de doses vacinas, mas ainda sem previsão de quantitativos por estados

Secretário da Fazenda da Paraíba diz que roda da economia só voltará a girar com vacinação em massa e defende continuidade do auxílio emergencial

Promotora do Ministério Público convoca audiência e manda notificar secretário de Gado Bravo, acusado de 'furar' fila da vacina contra Covid-19