Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Crítica

Após discurso de Bolsonaro na ONU, governador da Paraíba diz que presidente repete erro que levou Brasil a quase 600 mil mortos por Covid-19

Segundo João Azevêdo, "o Brasil enfrenta duas crises: uma sanitária e outra, a crise da propagação de fakenews. Para a primeira, vacina. Para a segunda, a verdade e a democracia."

"Ao atacar governadores na ONU e insistir no mesmo discurso de tratamento ineficaz que defende desde o início da pandemia, o presidente da República repete o mesmo erro que levou o país a quase 600 mil mortos pela Covid-19", disse governador. (Foto: Secom-PB/Arquivo)

Por

O governador João Azevêdo criticou o discurso do presidente Jair Bolsonaro, feito na Organização das Nações Unidas (ONU). João disse que Bolsonaro erra, mais uma vez, ao insistir em tratamento ineficaz contra a Covid-19 e lembrou das quase 600 mil mortes no Brasil por causa do coronavírus.

"Ao atacar governadores na ONU e insistir no mesmo discurso de tratamento ineficaz que defende desde o início da pandemia, o presidente da República repete o mesmo erro que levou o país a quase 600 mil mortos pela Covid-19", disse o governador nas redes sociais, conforme apurou o ClickPB.

Ainda segundo João Azevêdo, "o Brasil enfrenta duas crises: uma sanitária e outra, a crise da propagação de fakenews. Para a primeira, vacina. Para a segunda, a verdade e a democracia."


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Gilberto Kassab faz convite a Aguinaldo Ribeiro e Daniella Ribeiro para se filiarem ao PSD

Após desistência de candidatura, vereadores de Campina Grande defendem aliança de Romero e João: “a decisão que tomar eu estarei com ele”

Luciano Cartaxo diz que decisão de Romero Rodrigues é pessoal e garante que oposição terá candidatura em 2022

Efraim Filho diz que especulação sobre chapa com governador João Azevêdo em 2022 parte de Romero Rodrigues