Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Neste domingo

Bolsonaro leva Moro e Damares, seus ministros mais populares, para jogo do Flamengo

Habitual frequentador de estádios de futebol desde que virou presidente da República, Bolsonaro foi com Moro aos estádios, pela primeira vez, em junho do ano passado, também em um jogo do Flamengo.

Bolsonaro saldou torcedores em alguns momentos antes e durante a partida. (Foto: Reprodução)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) levou na manhã deste domingo (16) seus dois ministros mais populares, Sergio Moro (Justiça) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), para o camarote do estádio Mané Garrincha, em Brasília, palco da vitória do Flamengo sobre o Athletico-PR (3 a 0).

Habitual frequentador de estádios de futebol desde que virou presidente da República, Bolsonaro foi com Moro aos estádios, pela primeira vez, em junho do ano passado, também em um jogo do Flamengo, três dias após vir à tona diálogos que levantaram suspeita sobre a imparcialidade do ex-juiz nos julgamentos da Lava Jato.

Na ocasião, Moro trajava terno e gravata e, por sugestão de Bolsonaro, chegou a vestir um uniforme do Flamengo que recebeu de um torcedor.

Neste domingo, estava mais à vontade, de camisa social com as mangas dobradas. 

Em seu perfil nas redes sociais Moro publicou, ainda durante o jogo, uma foto sua no estádio com a inscrição: 

"Na final da Supercopa do Brasil, CAP v. FLA, com PR @jairbolsonaro, torcendo para o rubro-negro".

Athletico-PR e Flamengo são rubro-negros. Moro nasceu em Maringá (PR) e já foi visto na arquibancada de estádios em jogos do Athletico, mas faz mistério sobre o time que torce. Bolsonaro é palmeirense.

Além de Moro e Damares, estavam no camarote do Mané Garrincha outros três ministros (Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, e Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral), o vice-presidente Hamilton Mourão e o chefe da Secom da Presidência, Fabio Wanjgarten, entre outros políticos.

Bolsonaro saldou torcedores em alguns momentos antes e durante a partida. Não houve vaias nem aplausos significativos direcionados à comitiva dos políticos. Em um dos pontos da arquibancada do estádio havia uma faixa com a imagem da vereadora Marielle Franco, do PSOL, assassinada em 2018.

A Folha de S.Paulo questionou a Presidência e a CBF sobre quem bancou os ingressos de Bolsonaro e seus convidados, mas não houve resposta até a publicação deste texto.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Presidente e Líder do MDB no Senado renovam convite para Veneziano se filiar à legenda

Ministra Rosa Weber nega liminar e mantém prazo de filiação partidária até este sábado

Câmara aprova projeto de deputado paraibano para assegurar que não haja queda na verba de estados e municípios

Governo do Estado isenta famílias de baixa renda do pagamento de contas de água por três meses