Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Irregularidades

Câmara de Bayeux decide nesta terça se aceita denúncia que pode levar à cassação de Berg Lima

Este é o terceiro pedido de cassação de Berg Lima. A denúncia diz respeito a irregularidades no pagamento dos guardas municipais.

Berg Lima foi denunciado na Câmara (Foto: Reprodução)

Por

A Câmara Municipal de Bayeux decide nessa terça-feira (29) se aceita mais uma denúncia que pode levar à cassação do prefeito Berg Lima. A denúncia, recebida na última sexta-feira (28), é relativa a irregularidades no pagamento dos guardas municipais e será lida no plenário nessa terça.

Essas irregularidades já foram investigadas em uma CPI na Câmara Municipal, que concluiu que havia de fato equívocos no pagamento dos guardas. De acordo com o presidente da Câmara de Bayeux, Jeferson Kita, na CPI foi constatado, por exemplo, que guardas que trabalhavam durante o dia recebiam adicional noturno, assim como guardas que estavam de férias. Também havia casos de guardas que recebiam pagamento de horas extras superior ao número de horas trabalhadas.

Segundo Jeferson Kita, a denúncia precisa ser acatada pela maioria simples dos vereadores presentes na sessão. Se for aceita, será criada uma comissão que terá três meses para decidir se o prefeito deve ser afastado ou não.

Berg Lima já foi alvo de outros dois pedidos de cassação, mas se livrou de todos. O primeiro foi relativo a uma denúncia do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), de que o prefeito teria recebido propina de um fornecedor do município em troca de pagamentos atrasados. O segundo tinha relação com denúncias de contratação de caminhões fantasmas para a prefeitura.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Ministério Público da Paraíba pede impugnação da candidatura de Ricardo Coutinho a prefeito de João Pessoa

Comícios, carreatas, motorreatas e eventos de grande porte estão proibidos em Campina Grande; situação será reavaliada a cada 15 dias

Jurídico do PT diz que já esperava pedido de impugnação, prepara defesa e destaca que campanha de Anísio Maia segue legislação

Juiz proíbe atos de rua, fogos de artifício e visitas a moradores em grupo de risco para Covid-19 em cinco municípios do Vale do Piancó