Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Justiça Federal

Ex-prefeita de Patos, Francisca Motta, e mais sete acusados são inocentados em denúncia de fraude na locação de veículos

Juiz federal inocentou a ex-prefeita de Patos, Francisca Motta, e mais sete pessoas investigadas na Operação Veiculação, que apurava suposta fraude na locação de veículos.

O juiz entendeu não haver descrição na lei que embasasse a acusação do MPF de que havia uma "organização improba". (Foto: Divulgação)

Por

O juiz federal Rafael Chalegre do Rego Barros, da 14ª Vara Federal na Paraíba, inocentou a ex-prefeita de Patos, Francisca Motta, e mais sete pessoas investigadas na Operação Veiculação, que apurava suposta fraude na locação de veículos. A operação foi deflagrada 2m 2016 pelo Ministério Público Federal, Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU). Foram inocentados também os ex-prefeitos de Emas, José William Segundo Madruga, e de São José de Espinharas, Renê Caroca.

O juiz entendeu não haver descrição na lei que embasasse a acusação do MPF de que havia uma "organização improba".

Chica Motta e os demais investigados eram acusados de desviar dinheiro público federal e municipal através da locação de veículos. Vários contratos e licitações foram alvos da apuração da Operação Veiculação. A acusação era de direcionamento das licitações para empresas específicas.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

CPI da Covid-19 adia leitura de relatório final em meio a divergência

Relatório final da Comissão vai propor 17 mudanças na legislação

Relatório da CPI aponta negacionismo como política de Bolsonaro, filhos, ministros e apoiadores

Bolsonaro chama Renan de 'bandido' e diz que senador 'está de sacanagem' com relatório de CPI