Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Na Assembleia

Galdino destaca produção da ALPB e pede engajamento da sociedade para combater o Aedes

Presidente do Poder Legislativo afirma que será necessária uma grande mobilização dos poderes e da população para combater o zyca vírus

Por

Foto: Walla Santos

A Assembleia Legislativa da Paraíba realizou, nesta terça-feira (2), a primeira Sessão Ordinária do ano de 2016, que contou com a presença do governador Ricardo Coutinho. Para o presidente da Assembleia, Adriano Galdino, o momento é de arregaçar as mangas e cumprir com o compromisso de fazer uma Paraíba mais justa. 

“A crise atingiu todo o país e foi preciso muito jogo de cintura do governador Ricardo Coutinho para manter as contas equilibradas, manter a capacidade de investimentos e ainda entregar novas obras por todas as regiões”, disse.

Adriano Galdino afirmou ainda que será necessária uma grande mobilização, neste ano, dos poderes e da população para combater o zyca vírus. "Não podemos perder a guerra para um mosquito sorrateiro e cruel, que vem maltratando nosso povo e adoecendo nossas crianças", enfatizou.

Além disso, o presidente do Poder Legislativo Paraibano salientou a importância de continuar buscando ações para combater os efeitos da seca. “Nossa missão é cobrar, realizar ações de convergência para que o nosso povo consiga conviver com a seca. Precisamos construir pontes, diminuir as diferenças entre nós. Por que nossos interesses particulares não estão, nem jamais estarão, acima dos interesses do povo”, assegurou.

Adriano Galdino encerrou o discurso destacando o recorde de produção da Casa de Epitácio Pessoa. "Nunca se produziu tanto nesta casa. No ano de 2015, realizamos a maior produção dos últimos cinco anos, com 645 projetos de lei. Quase o triplo dos projetos que tramitaram na Assembleia Legislativa da Paraíba no ano de 2014. Em 2016, vamos manter a firmeza de cumprir nosso papel. Trazendo os anseios do povo e apresentando demandas que melhorem a vidas das pessoas", concluiu.

Deputados - A primeira sessão do ano contou com a presença de quase todos os deputados da Casa de Epitácio Pessoa. O líder da bancada oposicionista na Assembleia Legislativa, deputado Renato Gadelha, afirmou que a oposição quer que a Paraíba supere a crise financeira. “Nós queremos o Estado fortalecido. Nós vamos estar juntos para tentar recuperar a saúde financeira do Estado”, declarou. No entanto, disse que quer saber o motivo da crise financeira. "Nós queremos o estado fortalecido, mas vamos procurar saber por quê", disse. 

Já o líder da situação, deputado Hervázio Bezerra, afirmou que a expectativa é de um ano bastante promissor, sob o aspecto da produção e sob aspecto da ética e da responsabilidade de cada um, presididos e liderados por Adriano Galdino, que tem se comportado e se portado como um magistrado, dando o direito a fala a todos os deputados. “Esse direito eu sempre defendi, continuo a defender e vem sendo cumprido fielmente, respaldado pelo Regimento Interno", afirmou.

 A abertura da 2ª Sessão Legislativa da 18ª Legislatura contou com a participação dos deputados, ex-deputados, secretários de estado, representantes do Tribunal de Justiça, do arcebispo da Paraíba, Dom Algo Pagotto; desembargador Arnóbio Alves Teodósio (Tribunal de Justiça); conselheiro Marcos Costa  (Tribunal de Contas do Estado); da vice-governadora Lígia Feliciano; e do procurador-geral de Justiça do Ministério Público da Paraíba, Bertrand Asfora.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Xeque-Mate: Câmara de Cabedelo convoca novos suplentes para tomar posse enquanto investigados seguem afastados

João Azevêdo não descarta formalização de alianças com Luciano Cartaxo para as próximas eleições

Vereadores de João Pessoa lançam bloco parlamentar de apoio ao governador João Azevêdo

Bolsonaro chama Greta de 'pirralha' e diz ser contra desmatamento ilegal