Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Para escolas

Licitação de R$ 3 milhões para compra de material de higiene da PMJP é julgada irregular

O procedimento licitatório 09006/16 destinava mais de R$ 3 milhões à aquisição de produtos de higiene pessoal para escolas do município

A Diretoria de Fiscalização da Corte deve verificar o contrato, no valor de R$ 1,3 milhão, resultante do procedimento licitatório (Foto: Walla Santos)

Por

Uma licitação da Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa foi considerada irregular pela 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) em sessão nesta quinta-feira (28). O procedimento licitatório 09006/16 destinava mais de R$ 3 milhões à aquisição de produtos de higiene pessoal para escolas do município.

O conselheiro Fernando Catão, relator do processo, propôs em seu voto o envio dos autos à Diretoria de Fiscalização da Corte para verificação de contrato, no valor de R$ 1,3 milhão, resultante do procedimento licitatório, feito na modalidade pregão eletrônico. Os demais conselheiros da 1ª Câmara acompanharam a propositura votando favoravelmente.

De acordo com o documento que originou o processo, a fonte dos recursos da licitação para pagamento do contrato foi proveniente de Transferência do FUNDEB, Transferência de Recursos do FNDE e Recursos Ordinários.

A proposta vencedora deste procedimento licitatório foi da empresa Tutto Limp. De acordo com o TCE-PB, ainda cabe recursos sobre a decisão. 

De acordo com a Prefeitura de João Pessoa, não houve irregularidade na licitação, realizada em 2016. A Secretaria de Comunicação (Secom) informou que o problema se deu porque a administração teria esquecido de apresentar o extrato da licitação publicado no Diário Oficial da União, dentre os documentos comprobatórios exigidos pelo TCE. A PMJP afirma ter havido essa publicação e vai recorrer ao tribunal, apresentando-a, até a próxima segunda-feira, para tentar reverter a decisão. 

Acompanhe mais notícias do ClickPB nas redes sociais:
 FacebookTwitterYoutube e Instagram
Entre em contato com a redação do ClickPB: 
Telefone: (83) 99624-4847
WhatsApp: (83) 99624-4847
E-mail: redacao@clickpb.com.br

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Secretário-geral do PSDB repreende senador do partido: “Não é hora para DRs públicas”

Após operação Cidade Luz, MP pede que TCE investigue contrato de locação de veículos em Patos

Temer vai procurar sucessor para fazer reforma da Previdência este ano

Lucas Santino não comparece para depor à comissão de impeachment e defesa pede segurança