riqueza

Lula defende exploração de petróleo na margem equatorial: “não vamos jogar fora oportunidade de fazer país crescer”

O presidente brasileiro concluiu com a afirmação de que “não vamos jogar fora nenhuma oportunidade de fazer esse país crescer”.

Lula defende exploração de petróleo na margem equatorial: “não vamos jogar fora oportunidade de fazer país crescer”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante fala em evento com investidores árabes no Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira (12), voltou a defender a exploração do petróleo na Marquem Equatorial, que já segue sendo feita e levanta o debate sobre o pedido da Petrobras para explorar petróleo também na Foz do Rio Amazonas.

Em sua fala ele destacou que toda a exploração deverá ser feita “respeitando tudo” ao se referir a bioeconomia. “É importante ter em conta na hora em que começarmos a explorar a margem equatorial… Acho que a gente vai dar um salto de qualidade extraordinário. Queremos fazer tudo legal, respeitando o meio-ambiente, respeitando tudo”, disse Lula.

Ao citar os nomes do governo presentes no evento, Lula saudou a presidente da Petrobras, Magda Chambriard. O presidente, então, brincou que a estatal brasileira “está quase disputando com a Aramco” – companhia petroleira estatal saudita que é a maior do mundo no setor.

Ao reforçar que o governo tem como objetivo explorar a margem equatorial, o presidente brasileiro concluiu com a afirmação de que “não vamos jogar fora nenhuma oportunidade de fazer esse país crescer”.

Após um período de relativa calmaria na pressão, a Petrobras rebateu, mês passado, o IBAMA que solicitou um novo estudo para analisar se liberará ou não a licença de perfuração de um poço no FZA-M-59. A petroleira foi alvo de uma recomendação da FUNAI de consulta a Povos Indígenas da região do Oiapoque, no Amapá, antes de qualquer decisão no processo de licenciamento. Assim, o IBAMA solicitou à Petrobras uma série de estudos para apurar os impactos “sociais, culturais e ambientais” da perfuração de petróleo na Foz do Amazonas.

Com CNN

 

Petrobras contesta pedido de estudo feito pelo Ibama e volta a pressionar para exploração de petróleo na Foz do Amazonas

 

COMPARTILHE

Bombando em Política

1

Política

Atirador é morto em comício de Trump pelo Serviço Secreto, diz jornal

2

Política

Lula diz que atentado contra Trump é “inaceitável”

3

Política

Executiva nacional do PT decide apoiar pré-candidatura de Inácio Falcão à Prefeitura de Campina Grande

4

Política

Pollyanna Dutra destaca importância de novo Centro de Equoterapia inaugurado pelo Governo do Estado

5

Política

Prefeitura de Desterro lança licitação de R$ 1,3 milhão para construção de quadra esportiva