Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Sem prioridade

Maia exclui pacote anticrime da agenda na Câmara

O pacote anticrime foi enviado por Moro para ser apreciado pelos deputados federais em fevereiro, antes do projeto de reforma da Previdência.

O pacote anticrime foi enviado por Moro para ser apreciado pelos deputados federais em fevereiro (Foto: Reprodução)

Por

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), passou a ideia de que o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, está fora da agenda e não deve entrar em discussão na Câmara. 

Neste sábado (23), em meio aos conflitos com o presidente Jair Bolsonaro, Maia afirmou: "A minha agenda é a reforma da Previdência", disse após almoço com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

O pacote anticrime foi enviado por Moro para ser apreciado pelos deputados federais em fevereiro, antes do projeto de reforma da Previdência. No entanto, Maia não trata o tema com prioridade, segundo destacou o UOL.

"Depois da Previdência, a nossa agenda é a reforma tributária e a repactuação do Estado brasileiro. É isso que queremos fazer. De que forma o governo vai ou não participar não é um problema meu, é um problema do Executivo", declarou o presidente da Câmara. "Esse é o grande objetivo de todos no Brasil, organizar as contas do Estado brasileiro."

Maia é o presidente da Casa e o responsável por decidir o que vai ser pautado e votado pelos deputados federais.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Ricardo Coutinho relembra bordão "cala a boca, Batista" e diz: "me lembra algo do Brasil atual"

Ricardo Coutinho diz que principal fator para a volta da fome é o baixo crescimento econômico

Bolsonaro diz que fala sobre governadores de ‘paraíba’ foi crítica a João Azevêdo e Flávio Dino

Tabata contratou namorado por R$ 23 mil para atuar em estratégia de campanha