Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Liberado

Prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, recebe alta médica em São Paulo e pode retornar à Paraíba ainda nesta terça-feira

O prefeito já tinha recebido alta do hospital, mas agora recebeu autorização médica para voltar para casa.

Prefeito de Cajazeiras já tinha recebido alta do hospital (Foto: Reprodução Redes Sociais)

Por

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, recebeu alta médica em São Paulo e pode retornar para a Paraíba ainda nesta terça-feira (20). Ele estava na capital paulista desde o dia 17 de junho, para tratar da covid-19.

Diagnosticado com covid-19 no início de junho, José Aldemir precisou ser internado, inicialmente em João Pessoa. Em seguida, ele foi transferido por via aérea para São Paulo. De acordo com a esposa do prefeito, a deputada estadual Dra. Paula, a situação de saúde de José Aldemir inspirava cuidados pelo fato de ele possuir problemas cardíacos.

Na última quarta-feira (14), o prefeito recebeu alta do Hospital Sírio-Libanês, onde estava internado, mas foi orientado a permanecer em São Paulo para realizar uma nova avaliação de saúde. Nesta terça-feira, ele foi liberado pelo médico para voltar para casa.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

'Vacine quem quiser, mas eu não vacinaria', diz Eliza Virgínia ao reafirmar desinformação sobre vacina em adolescentes durante discurso na Câmara

CPI da Covid ouve nesta quinta empresário suspeito de envolvimento no caso Covaxin

Senado aprova PEC da reforma eleitoral

Hugo Motta diz que PEC dos Precatórios deverá resolver problema das famílias vulneráveis e pede ajuda de parlamentares para relatório