Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Afastamento

PTB afasta tesoureiro após Roberto Jefferson acusá-lo de fraudar documento sobre gastos do partido

Ex-deputado afirmou que fraude teria como objetivo desestabilizar partido e evitar filiação de Jair Bolsonaro.

O ex-deputado Roberto Jefferson participa de protesto na Esplanada dos Ministérios (Foto: Pedro Ladeira / Folhapress)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A cúpula do PTB afastou o tesoureiro Luiz Rondon após o ex-deputado Roberto Jefferson acusá-lo de fraudar e vazar documentos sobre gastos da atual gestão para desestabilizar o partido.

"É um esquema para desestabilizar o PTB, criar uma narrativa repetindo que tem irregularidades nas contas, dizendo que usou dinheiro para pagar cirurgia, restaurantes caríssimos, aquela coisa que foi urdida, tramada dentro da nossa tesouraria", disse Jefferson em áudio divulgado em um grupo de integrantes do partido.

Jefferson, atualmente preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, diz na gravação que sua própria filha, a advogada Cristiane Brasil, o jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio e Rondon tentam atacar o partido para evitar a filiação do presidente Jair Bolsonaro.

Na ausência de Jefferson, o PTB é comandado por Graciela Nienov. Na quarta (6), o partido anunciou a expulsão de Cristiane, Eustáquio e do presidente do diretório do Distrito Federal, Fadi Faraj.

À reportagem Rondon confirmou ter sido informado do afastamento e que irá para Brasília "resolver a situação."

Em mensagens a petebistas, o tesoureiro diz que foi "acusado injustamente de ter enviado arquivos do PTB" e que Jefferson foi "levianamente" induzido ao erro.

"Não aceito que meu caráter seja arranhado por quem quer que seja, tudo que fiz no partido e pelo PTB foi com muito profissionalismo e sempre com lealdade a Roberto (Jefferson)", diz o texto.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Lula vê Brasil encalacrado e cobra aliados na trincheira de sua campanha em 2022

'Jamais vou exigir o passaporte de vacina', diz Bolsonaro a apoiadores

Efraim Filho é cotado como possível candidato a vice-presidente de Sérgio Moro, revela colunista

Sem opções na oposição, PTB fecha questão e decide lançar Nilvan Ferreira como pré-candidato ao Governo da Paraíba