Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Polêmica

Sandra Marrocos critica voto de repúdio da Câmara de João Pessoa a Chico César, mas considera que "a pessoa tem que arcar com o que diz"

Durante a sessão, a vereadora se absteve da votação que aprovou por unanimidade, um voto de repúdio a Chico César, por causa da letra da música ''Bolsominions são demônios''.

Sandra Marrocos se absteve da votação que aprovou voto de repúdio a música de Chico César. (Foto: Walla Santos)

Por

A vereadora Sandra Marrocos (PT) criticou o voto de repúdio da Câmara de João Pessoa (CMJP) ao cantor e compositor paraibano Chico César, mas considera que "a pessoa tem que arcar com o que diz". Ainda de acordo com ela, o músico não merece esse tipo de voto “porque um artista do porte dele leva a nossa música para o mundo inteiro", afirmou. 

Durante a sessão desta quinta-feira (13), a vereadora se absteve da votação que aprovou por unanimidade, um voto de repúdio a Chico César, por causa da letra da música ''Bolsominions são demônios''. Sandra Marrocos (PT) contou ao ClickPB que preferiu se abster do voto. "Não votei contra e nem a favor. Chico não merece", comentou. 

No entanto, frisou que "tem que avaliar a fala dele. Mas eu jamais votaria a favor de um voto de repúdio a Chico". Essa avaliação, citada pela vereadora, deverá ser feita ao próprio cantor e compositor paraibano. "Não cabe a mim avaliar", frisou.

O requerimento que aprovou o voto de repúdio foi da vereadora Eliza Virgínia (Progressistas). Na justificativa, destacou o trecho da letra que diz "Bolsominions são demônios que saíram do culto para brincar de amigo oculto com Satan no condomínio". Por citar um culto, como costumam ser chamadas as celebrações da igreja evangélica, a vereadora argumenta que a canção incentiva a intolerância religiosa.

Leia mais:

“Bolsominions são demônios”: Câmara de João Pessoa aprova por unanimidade voto de repúdio a Chico César por música


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Presidente do PT na Paraíba participa de live com Ricardo Coutinho, sinaliza apoio e aponta para racha político com direção municipal de João Pessoa

Candidato a prefeito de Pedras de Fogo é proibido de fazer atos de campanha por três dias após descumprir acordo judicial

Confira a agenda oficial dos candidatos à Prefeitura de Campina Grande nesta quarta-feira

Ibope registra primeira pesquisa eleitoral para Prefeitura de João Pessoa