Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Coronavírus

Sem citar 100 mil mortos, Bolsonaro compartilha nota sobre dados positivos de Covid

O país atingiu essa marca no início da tarde deste sábado, segundo dados coletados com as secretarias estaduais da saúde pelo consórcio de imprensa.

A publicação diz que quase 3 milhões de vidas foram salvas ou estão em recuperação. A equipe do presidente afirma que o país tem "um dos menores índices de óbitos por milhão entre as grandes nações". (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Arquivo)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Após o Brasil superar a marca de 100 mil óbitos pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro compartilhou neste sábado (8) uma postagem de sua equipe de comunicação na qual lamenta mortes pela Covid-19 "assim como por outras doenças" e pede divulgação de dados positivos.

O país atingiu essa marca no início da tarde deste sábado, segundo dados coletados com as secretarias estaduais da saúde pelo consórcio formado por Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, o Globo e G1.

Pouco depois das 19 horas, Bolsonaro publicou, em suas redes sociais, uma foto vestido com a camisa do Palmeiras, acompanhada da descrição "parabéns Palmeiras campeão paulista 2020". O clube venceu o Corinthians no campeonato estadual neste sábado.

Em seguida, o presidente compartilhou uma postagem da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República sobre a pandemia do novo coronavírus.

"Todas as vidas importam: as que vão e as que ficam. Lamentamos as mortes por Covid, assim como por outras doenças. Nossas orações e nossos esforços têm a força de um governo que dá tudo para salvar vidas. Toda a assistência possível à saúde dos brasileiros foi dada", diz a publicação.

A imagem que segue o texto traz uma lista de "números que merecem ser divulgados".

A publicação diz que quase 3 milhões de vidas foram salvas ou estão em recuperação. A equipe do presidente afirma que o país tem "um dos menores índices de óbitos por milhão entre as grandes nações".

De fato, o Brasil tem um índice de 48 mortes por Covid para cada 100 mil habitantes, similar ao americano e muito menor do que o de países europeus como a Bélgica (86), o Reino Unido (70) e a Itália (58), mas muito maior, por exemplo, que o da vizinha Argentina (10), ou mesmo maior que a França (45) e o México (41).

A lista prossegue afirmando que o Brasil é "sempre um dos países que mais recupera infectados" e "sempre com índice de recuperação acima dos 95%".

O Brasil registrou até este sábado (8) mais de 3 milhões de infecções pelo coronavírus, número provavelmente subnotificado conforme indicam estudos de campo. É o segundo país no mundo em número de infectados -logo, é natural que tenha mais curados do que outras nações onde menos gente adoeceu.

O único país que supera o Brasil, no momento, são os Estados Unidos, que já beiram os 5 milhões de casos, ou 60% mais infecções. A população americana é 57% maior que a brasileira.

A publicação da secretaria também listou ações adotadas pelo governo na pandemia, como repasses para estados e municípios, pagamento de auxílio emergencial a informais e programa para evitar demissões, que permite cortes de jornadas e salários de trabalhadores.

Procurada, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não respondeu se o presidente vai se pronunciar diretamente sobre a marca de 100 mil mortes por coronavírus no país.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Confira a agenda oficial dos candidatos à Prefeitura de Campina Grande nesta terça-feira

Após acusação de viagem a Noronha sem esposa, João Almeida desafia Wallber a apresentar comprovante de gastos com verba indenizatória

Candidatos com ensino médio são maioria nas disputas das eleições de 2020 na Paraíba, mas há 3,59% que apenas lê e escreve

Cidadania, Progressistas e Democratas são os partidos com mais candidatos registrados na Paraíba para Eleições 2020